A FRAGRÂNCIA PLURAL DO SUFISMO: IBN´ARABI E A ABERTURA INTER-RELIGIOSA

FAUSTINO TEIXEIRA
2012 ATUALIDADE TEOLÓGICA  
Resumo Observa-se na tradição mística do islã uma singular abertura ao pluralismo religioso. Desde o século IX temos exemplos significativos de pensadores, como al-Hallaj, que sinalizavam que as diversas religiões "são ramificações de um Princípio único". Nas trilhas abertas pelo livro do Alcorão, entendiam que a luz do Mistério sempre maior refratava-se nas várias religiões, sinalizando a vitalidade de uma onipresença. Um dos sistematizadores desta perspectiva de abertura foi o místico sufi
more » ... i o místico sufi andaluz Ibn´Arabi (1165-1240), para o qual a diversidade religiosa é um dos substantivos sinais da Misericórdia de Deus. Palavras-chave: Islã, Mística, Pluralismo Religioso, Sufismo. Abstract It is observed that on the mystical tradition of Islam a singular openness to religious pluralism. Since the ninth century we have been significant examples of thinkers such as al-Hallaj, who signaled that the various religions "are branches of a single Principle". Trails in the book of Koran, they understood that the light of Mystery is always more refracted in various religions, 10.17771/PUCRio.ATeo.20385 Atualidade Teológica Revista do Dpto. de Teologia da PUC-Rio / Brasil 476
doi:10.17771/pucrio.ateo.20385 fatcat:a5x766yubfgafpbigsd72mdfn4