Digestibilidade in vitro de gramíneas Cynodon spp avaliadas em quatro idades de rebrota

Euclides Reuter de Oliveira, Flávio Pinto Monção, Rafael Henrique de Tonissi e Buschinelli de Góes, Andréa Mariade Araújo Gabriel, Beatriz Lempp, Maria da Graças Morais, Lucas Lanner Freitas, Fabiano Wust Pedroso
2013 Agrarian  
Avaliou-se a digestibilidade in vitro da massa seca (DIVMS) de cinco genótipos de Cynodon: Tifton 85, Jiggs, Russel, Tifton 68 e Vaquero, amostradas em quatro idades de rebrota (28, 48, 63 e 79 dias). O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso, com os tratamentos arranjados em esquema de parcelas subdivididas, sendo os cinco genótipos em estudo as parcelas e as quatro idades de rebrota as subparcelas, com quatro repetições. Na avaliação da digestibilidade in vitro da matéria
more » ... vitro da matéria seca, os genótipos apresentaram diferenças significativas dentro de cada estrutura (planta inteira, lâmina foliar e o colmo), sendo que o Tifton 68 expressou os maiores valores, 78,15; 81,72 e 75,45%, respectivamente para planta inteira, lâmina e colmo. Com o avanço da idade de rebrota das forrageiras reduziram os teores de digestibilidade da matéria seca para todos os genótipos. Recomenda-se que todos os genótipos devem apresentar uma frequência de corte a cada 28 dias em função dos melhores valores de digestibilidade.
doi:10.30612/agrarian.v7i23.2593 doaj:734825ca6ac04878af89f755a9205f9f fatcat:cts54hq5k5g4pd26cr6vzyvmga