Arquitetas da vida, vivendo entre ruínas: memória individual, geracional e intergeracional em 'Nas tuas mãos', de Inês Pedrosa

Denise Almeida Silva
2013 Abril  
Este estudo apresenta uma análise do papel da memória individual e social no romance Nas tuas mãos, de Inês Pedrosa. A obra narra a vida de três mulheres, cujas memórias são apresentadas sucessivamente, por meio de três suportes distintos: diário, álbum de fotos e cartas; juntos, os relatos de avó, mãe e filha cobrem aproximadamente 60 anos da história de Por­tugal, do entre-guerras às guerras pela preservação das possessões ultra­marinas, passando, também, pelo Estado Novo salazarista. As
more » ... alazarista. As complexas imbricações entre memória individual e social são estudadas com suporte no pensamento de Maurice Halbwachs e de Aleida Assmann, cuja ideia de bipartição da memória social em geracional e intergeracional adoto; a rele­vância dos suportes materiais de memória a que cada uma das personagens recorre é pensada a partir de estudos de Philippe Lejeune, Roland Barthes e Pierre Bourdieu.
doi:10.22409/abriluff.v5i11.29673 fatcat:h5eky66dcja4vkg72egzx5yoxa