UTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS DE COCO (Cocos nucifera) CARBONIZADO PARA A PRODUÇÃO DE BRIQUETES

Alexandre Santos Pimenta, Rosimeire Cavalcante dos Santos, Angélica Cássia De Oliveira Carneiro, Renato Vinicius Oliveira Castro
2015 Ciência Florestal  
RESUMO O presente trabalho teve como objetivo produzir briquetes com finos de carvão de resíduos de coco e avaliar a qualidade dos briquetes. Cascas de coco foram coletadas no APL de coco em Touros -RN. Após secagem ao ar livre por dois meses, as cascas foram carbonizadas em forno de alvenaria tipo "rabo quente JG" e trituradas em moinho de martelo. O pó resultante foi peneirado, utilizando-se a fração inferior a 40 mesh para produção de briquetes em um delineamento inteiramente casualizado
more » ... lvendo 12 tratamentos (divididos em três grupos) e três repetições. Como aglutinantes, foram empregados amido de milho e argila. Os tratamentos foram divididos em três grupos, correspondendo cada grupo a uma proporção de argila, respectivamente 12, 15 e 18%, em relação ao peso seco total do briquete. Em cada grupo, as proporções de amido foram de 6, 8, 10 e 12%. O pó de carvão foi misturado com a argila finamente triturada e a seguir foi adicionado o amido pré-gelatinizado em água a 80°C. A massa para cada tratamento foi misturada até completa homogeneização, separando-se quantidades de 17 gramas de massa por repetição. Os briquetes foram produzidos em briquetadeira de laboratório, com pressão de 1.500 psi e tempo de prensagem de quatro minutos. Foram avaliadas as seguintes propriedades dos briquetes: densidade aparente, poder calorífico, composição química imediata (umidade, teores de carbono fixo, matérias voláteis e cinzas) e resistência à compressão. Os melhores tratamentos para fins comerciais foram os 12/12 e 12/15. Palavras-chave: briquetes de carvão vegetal; carvão de coco; reciclagem de resíduos agroflorestais. ABSTRACT The present work has the objective to produce briquettes by using fine charcoal from coconut wastes as raw material and evaluate the briquette quality. Coconut piths were collected at the city of Touros, in Rio Grande do Norte state. After a 2-month air drying, coconut pith was carbonized and hereafter ground in a hammer mill. The resulting charcoal powder was sieved and the fraction less than 40 mesh was used to produce briquettes according to an entirely randomized designed experiment involving 12 treatments and 3 replications. Starch and clay were employed as binders. The treatments were divided into 3 groups, each group corresponding to a proportion of clay, respectively 12, 15 and 18%, based on the total dry weight of the briquette. Within each group, the proportions of starch were 6, 8, 10 and 12%. The carbon powder was mixed with finely ground clay was added and then the pre-gelatinized starch in water at 80°C. The mass for each treatment was mixed until homogeneous, separating quantities of 17grams of mass for each repetition. The briquettes were produced in a laboratory press (pressure of1500psi and pressing time of 4 minutes). The briquettes were dried in an oven at 60°C until constant weight. After drying, the properties of briquettes 1 Engenheiro Florestal, Dr., Professor da Unidade de Ciências Agrárias, Escola Agrícola De Jundiaí,Universidade Federal do Rio Grande do Norte, RN 160 Km 3, s/n, CEP 59280-000, Macaíba (RN), Brasil. aspimenta@ufrnet.br /
doi:10.5902/1980509817471 fatcat:466nxuyqd5fhrmlfvvmzuqkdge