Congenital elbow luxation grade I treated by radial head ostectomy in an English Bulldog

Daniel Cardoso Garcia, Larissa Eckmann Mingrone Garcia, Rosane Melo, Marcelo Jorge Cavalcanti de Sá
2021 Revista Brasileira de Ciência Veterinária  
Resumo O objetivo deste relato foi o de apresentar o acompanhamento tardio de um caso de luxação congênita de cabeça de rádio (LCCR) em um Buldog Inglês jovem, tratada por ostectomia da cabeça radial (OCR). A LCCR é uma condição incomum nos cães, mas é a forma mais comum de luxação de cotovelo nos mesmos (grau I). Um Bulldog Inglês, macho, 6 meses, 14 quilos, foi atendido com suspeita de luxação do cotovelo. Exame físico revelou uma proeminência na superfície lateral do cotovelo direito, além
more » ... elo direito, além de claudicação grau I e dor leve. Amplitude de movimento apresentava-se normal. Radiografias e tomografia prévias confirmaram LCCR. Optou-se pela OCR ao invés de técnicas corretivas, devido à idade do animal à época do procedimento e à dificuldade no reposicionamento do rádio na articulação. Após 3 anos e meio de pós-operatório, foram realizados novos exames clínicos e radiográficos. O paciente não apresentava dor, apresentava bom apoio do membro e boa amplitude de movimento, permitindo bom movimento do cotovelo. Houve um novo crescimento parcial do segmento proximal da cabeça do rádio ocasionando melhor readequamento do mesmo na articulação. Sinais leves de degeneração articular estavam presentes. A OCR se mostrou efetiva neste caso, provando ser uma boa técnica a ser utilizada nos casos de LCCR quando tratamento conservativo ou técnicas de redução já não podem ser mais utilizados. Palavras-chave: Cães, Deslocamento rádio-umeral, Imagem, Acompanhamento tardio. Abstract The aim of this study is to report a long term follow up of a congenital luxation of the radial head (CLRH) case of a young Bulldog treated by radio head ostectomy (RHO). CLRH is an uncommon condition in dogs, but it is the most commom form of elbow dislocation (grade I). An English Bulldog, male, 6 months, 14 kilograms, was suspected of elbow dislocation. Physical examination revealed a lateral proeminence on the lateral surface of the right elbow, as well as grade I lameness and mild pain. Range of motion was normal. Previous radiographs and tomography confirmed CLHR. RHO was chosen instead of corrective techniques, due to the age of the animal at the time of the procedure and the difficulty in repositioning the radial head in the joint. Three and a half years after surgery, new clinical and radiographic examaminations were performed. The patient had no pain, good limb support and good range of motion, allowing good elbow movement. There was a partial regrowth of the proximal segment of the radial head causing better readjustment of it in the joint. Mild signs of joint degeneration were present. RHO proved to be effective in this case, proving to be a good technique to be used in cases of CLRH when conservative treatment or reduction techniques can no longer be used.
doi:10.4322/rbcv.2021.003 fatcat:rwtd5das5vdwzg5koljrjaanoy