Anormalidades neuromuscular no desuso, senilidade e caquexia

João Aris Kouyoumdjian
1993 Arquivos de Neuro-Psiquiatria  
É feita revisão de literatura sobre as principais alterações do sistema neuromuscular no desuso, senilidade e caquexia no ser humano e em modelos animais. A diminuição do diâmetro das fibras musculares após período de inatividade/imobilidade (desuso) deve-se à perda de miofibrilas periféricas não ocorrendo formação de core-targetóides ou diminuição da atividade da miofosforilase, próprias da desnervação; mantêm-se a liberação espontânea de acetilcolina e fatores tróficos na junção mio-neural;
more » ... unção mio-neural; em geral são afetadas preferencialmente fibras II, que podem assumir forma angular. Existe um processo contínuo intrínseco de envelhecimento de nervos e músculos, com desnervação e reinervação lenta e progressiva; o número de unidades motoras se reduz após 60 anos, sem ocorrência de atividade elétrica desnervatória; a quantidade de acetilcolina liberada nos neurônios terminais e a capacidade máxima de utilização de oxigênio estão diminuídas; a redução da capacidade oxidativa mitocondrial pode explicar o aumento de fibras I, mantendo-se o equilíbrio energético. Após poucas semanas de caquexia as fibras musculares podem ter o diâmetro reduzido em 30%, essa redução ocorre em ordem decrescente nos músculos dos membros inferiores, superiores e tronco; existe atrofia II preferencial com fibras angulares ocasionais, redução de RNA/síntese proteica, mantendo-se DNA normal.
doi:10.1590/s0004-282x1993000300001 pmid:8297230 fatcat:epelk75chvhxboq7s63f3ssjia