Cinema e história: olhares sobre a imigração no Brasil - desconstruindo estereótipos

Sylvia Nemer
2016 Revista Maracanan  
REVISTAMARACANAN Resumo: Entre as décadas de 1970 e 2000, um conjunto de filmes brasileiros se voltou para a representação da figura do imigrante contrapondo-se às visões estereotipadas acerca da presença estrangeira no Brasil extensamente difundidas nos produtos culturais de consumo popular, como foi o caso do cinema entre as décadas de 1940 e 1950, quando as telas atuaram como repetidoras dos discursos hegemônicos, por via de regra, pautados no pressuposto da integração, adaptação e
more » ... aptação e convivência harmoniosa entre estrangeiros e sociedade local. Essa visão "cordial" começa a ser problematizada a partir da afirmação de um novo cinema no Brasil; um cinema político, engajado, interessado em desconstruir mitos envolvendo processos históricos plurais como, por exemplo, a imigração, tema dos filmes analisados no presente texto. Palavras-chave: Experiências de imigração; Fronteiras; Deslocamentos; Representações de imigrantes pelo cinema; Relações entre cinema e história. Abstract: Between the 1970s and the 2000s a set of Brazilian films turned to the representation of the immigrant's figure in a way opposed to the stereotypical views about the foreign presence in Brazil, widely broadcast in the popular consumption of cultural products as in the cinema between the decades of 1940 and 1950, when the screens acted as repeaters of hegemonic discourses as a rule, based on the assumption of integration, adaptation and harmonious coexistence between foreigners and local society. This "cordial" vision begins to be criticized by the establishment of a new cinema in Brazil; an engaged political cinema, interested in deconstructing myths associated to collective historical processes, such as immigration, the common theme of the films reviewed in this text.
doi:10.12957/revmar.2016.20875 fatcat:zt7l6j5wvrguza2puznylrt4xu