QUAL A RELAÇÃO ENTRE O FETICHE DA MERCADORIA E A EDUCAÇÃO? Política e gestão educacional

Max Silva Da Rocha, José Bezerra Da Silva
unpublished
RESUMO: Este artigo analisa o processo de mercantilização da educação sob o signo neoliberal, bem como apresenta a insuficiência de busca de cidadania como teleologia única capaz de humanizar a humanidade. No mais, o fetichismo da mercadoria esconde as verdadeiras relações sociais, as quais estão condicionadas pela dominação classista e a educação se põe diante do dilema, ou satisfazer os interesses gritantes do capital ou contribuir, através da realização de atividades educativas emancipadoras
more » ... tivas emancipadoras na construção da massa revolucionária. Vê-se também a invectiva de organismos internacionais em processo de colaboração com os Estados de capitalismo periférico, no sentido de financiar a educação básica e determinar os conhecimentos a serem estudados. Assim, o neoliberalismo é apreendido nas escolas com a tendência de se perenizar historicamente. Palavras-chave: Educação. Mercado. Neoliberalismo. Organismos internacionais. Estado e cidadania. 1-INTRODUÇÃO A análise a seguir se inclui no campo da esquerda brasileira que desenvolve ferrenha crítica ao predomínio do mercado no campo educacional. Não tem a pretensão de esgotar assunto tão vasto, mas apenas contribuir com o debate, levando em consideração que as influências de organismos internacionais na educação trazem grandes riscos para os povos em desenvolvimento, dentre tantos, o Brasil. Os povos das mais distantes culturas transmitiam aos seus descendentes os conhecimentos acumulados. Esta prática aprimorou-se adquirindo contornos de formalidade. Assim, nas sociedades bem mais organizadas, como a Grécia e posteriormente Roma, a educação se especializou para atender adequadamente aos interesses da classe dominante, que excluía do processo educativo as mulheres, os escravos e os
fatcat:ydrnudac2ngezl2xcm7d3hkesy