UM NOVO TIPO DE FAZ-DE-CONTA: AS PERFORMANCES DO INTERATOR NO MUNDO VIRTUAL DOS GAMES

Franciely Gonçalves, Cardoso
unpublished
O personagem leitor é um personagem curioso, estranho. Ao mesmo tempo em que inteiramente individual e com reações próprias, é tão terrivelmente ligado ao escritor que na verdade ele, o leitor, é o escritor. Clarice Lispector, A descoberta do mundo, p.76 UM NOVO TIPO DE FAZ DE CONTA Cada vez mais é comum que as pessoas de diferentes idades e personalidades passem um bom tempo jogando em seus consoles ou computadores pessoais. Por meio das personagens ou avatares, por elas controladas e muitas
more » ... troladas e muitas vezes criadas, projetam seus "corpos" no mundo virtual de forma que interagem com objetos e outras personagens. Essas personagens podem ser outros jogadores, no caso de games online, ou não, no caso de interação com o que se denomina de NPCs (Non Playing Characters), personagens do próprio game com inteligência artificial ou ações programadas). A questão a ser pensada é a razão pela qual tantas pessoas passam tempo considerável imaginando outras realidades em um mundo ficcional interativo. A resposta pode parecer mais fácil do que parece. Quando apreciamos uma pintura, escutamos uma canção, lemos um romance ou poesia, entre outras formas de expressão artísticas, frequentemente estamos em contatos com narrativas. E, por meio das personagens dessas narrativas, temos a oportunidade de vivenciar em nosso imaginário, histórias e acontecimentos que se agregam ao nosso conhecimento de mundo, de forma que contribuem para nossa formação cultural. Se verificarmos que o jogo se baseia na manipulação de certas imagens, numa certa "imaginação" da realidade (ou seja, a transformação desta em imagens), nossa preocupação fundamental será, então, captar o valor e o significado dessas imagens e dessa "imaginação". Observaremos a ação destas no próprio jogo, procurando assim compreendê-lo como fator cultural da vida (HUIZINGA, 2012 p. 7).
fatcat:oo24tn67mvf27dfv5gonxbj6c4