A MATEMÁTICA NO ENSINO DE ENGENHARIA

Gilson Luis Firmino, Antonio Marcos De Oliveira Siqueira
2017 The Journal of Engineering and Exact Sciences  
RESUMO: A dificuldade no aprendizado em Matemática tem sido objeto de pesquisas, encontros, palestras, objetivando descobrir as origens dos problemas no ensino/aprendizagem, este trabalho teve por objetivo identificar as principais dificuldades enfrentadas pelos alunos dos cursos de Engenharia quando da resolução de problemas, do ponto de vista dos recursos de matemática e especificamente, investigar os conceitos matemáticos mínimos para a satisfatória resolução de problemas em disciplina-meio
more » ... em disciplina-meio do cursos de Engenharia. Os levantamentos foram realizados por meio de entrevistas e coleta de dados, por meio eletrônico. Nota-se que as dificuldades em Matemática encontradas pelos alunos ao ingressarem no Ensino Superior, tornam-se cada vez mais frequentes e diante dos problemas na aprendizagem do Cálculo e disciplinas afins, os usos de TIC's podem contribuir para a melhoria do processo ensino-aprendizagem. O uso de recursos tecnológicos quando utilizados de maneira correta se tornam auxiliares, facilitando a aprendizagem dos conteúdos matemáticos, motivando os alunos a estruturar seu próprio conhecimento. A metodologia usada pelos professores também tem interferido na aprendizagem dos alunos, "pois muitos deles sentem dificuldades ao se depararem com uma linguagem muito direta e com um ritmo acelerado para cumprir a carga horária", conforme destacam diversos pesquisadores da área. Sendo assim, as metodologias tradicionais adotadas por muitos professores contribui para o fracasso de muitos alunos, por não dar atenção às dificuldades dos mesmos, causando insegurança e angústia, pois eles encontram um alto grau de abstração nos conteúdos. Nesse sentido, recomenda-se a associação de novas tecnologias educacionais, como o uso de TIC's e da Web 2.0, bem como um processo de reflexão por parte dos professores sobre a sua prática docente. PALAVRAS-CHAVE: Ensino-aprendizagem; Matemática; Cálculo, Ensino de Engenharia.
doi:10.18540/2446941603032017331 fatcat:ojfg5x25irhirg2goayzhgzc6a