Qualidade de sementes e mudas de Cedrela fissilis Vell. em função da biometria de frutos e sementes em diferentes procedências

Mariane de Oliveira Pereira, Marcio Carlos Navroski, Pablo Melo Hoffmann, Jeniffer Grabias, Christopher Thomas Blum, Antonio Carlos Nogueira, Diego Pereira Rosa
2018 Revista de Ciências Agroveterinárias  
RESUMO Cedrela fissilis é espécie nativa do Brasil com uso destacado no setor madeireiro e na recuperação de áreas degradadas, existindo a necessidade de melhor entendimento das diferenças e ganhos genéticos que pode haver em relação a diferentes procedências e progênies. O objetivo do estudo foi analisar a biometria de frutos e sementes de Cedrela fissilis em função de diferentes procedências e matrizes relacionando com o crescimento inicial de mudas, além de avaliar o melhor fotoperíodo na
more » ... r fotoperíodo na germinação. As sementes foram coletadas em matrizes de duas procedências (Fernandes Pinheiro e Lapa) para biometria e peso de mil sementes por matriz. Sementes das duas procedências foram submetidas a distintos fotoperíodos (12, 16 e 24 horas de luz branca e 24 horas no escuro), sendo avaliada a germinação e o Índice de Velocidade de Germinação (IVG). O crescimento inicial das mudas foi avaliado através da medição de características morfológicas a cada 30 dias após a repicagem das plântulas. Os experimentos foram realizados em delineamento inteiramente casualizado e os dados submetidos à análise de variância ao nível de 5%, sendo as médias comparadas pelo teste de Tukey e/ou regressão polinomial. Houve diferença biométrica de frutos e sementes entre as matrizes, não havendo relação com a procedência. Quanto a taxa de germinação e IVG entre as procedências, Fernandes Pinheiro apresentou os melhores resultados. Em relação ao fotoperíodo, não existiu diferença na germinação em relação aos níveis de luz, sendo o IVG maior para sementes germinadas no escuro. A procedência Fernandes Pinheiro obteve maior crescimento inicial das mudas em relação à procedência Lapa e esta diferença aumenta ao longo das avaliações. Em geral, os experimentos mostraram haver diferença entre as procedências, havendo relação com a qualidade de sementes e mudas formadas. PALAVRAS-CHAVE: cedro, fotoperíodo, matrizes, produção de mudas, Meliaceae. ABSTRACT Cedrela fissilis is a Brazilian native species with outstanding use in the timber sector and in the recovery of degraded areas. There is a need for a better understanding of the differences and genetic gains that may exist in relation to different origins and progenies. The objective of the study was to analyze the biometry of fruits and seeds of Cedrela fissilis as a function of different origins and matrices related to the initial growth of seedlings, besides evaluating the best photoperiod in germination. The seeds were collected in matrices from two sources (Fernandes Pinheiro and Lapa) for biometry and the weight of one thousand seeds per matrix. Seeds of the two provenances were submitted to different photoperiods (12, 16 and 24 hours of white light and 24 hours in the dark), the germination and the germination rate index (ORI) was evaluated. The initial growth of the seedlings was evaluated through the measurement of morphological characteristics after every 30 days. The experiments were performed in a completely randomized design and the data submitted to analysis of variance at the 5% level, the averages being compared by the Tukey test and/or polynomial regression. There were biometric differences between fruits and seeds between the matrices, with no relation to the origin. Regarding the germination rate and ORI among the
doi:10.5965/10.5965/223811711642017376 fatcat:jcpjv4g5wvcnbgyfo6clumzmqq