Saídas de emergência em edifícios escolares [thesis]

Marcos Vargas Valentin
Fire safety is still an incipient subject in Brazil. In São Paulo, the first piece of legislation dates back to 1983, being a consequence of the tragedies that occurred in the 1970s, such as the one in the Andraus Building in 1972 and the one in the Joelma Building in 1975. This work aims at discoursing on the design of the emergency exits of the school buildings that have been constructed by the State of São Paulo, especially the design of the most contemporary structures, which have been
more » ... asing in height and concentrating their population. Initially, a historical perspective is presented, followed by an examination of the principal characteristics of the schools that the State of São Paulo has built and by a study of the building regulations that the City and the State of São Paulo have created, always focusing on fire safety and, especially, on emergency exits. After that, this work tries to understand the performance-based concept, the principal mathematical models utilized in fire safety and the factors that may influence an evacuation process, such as: people's travel speeds, the time delay to start evacuating on hearing a fire alarm, and the human behavior in fire situations. Finally, some computer-based evacuation simulations in four schools were done, utilizing the mathematical model called buildingExodus, in order to evaluate the emergency exits and to contribute to the further understanding and dissemination of the subject. 7.3.1. Análise dos Resultados do Estudo 1 _________________________________ 242 7.4. ESTUDO 2 _________________________________________________________ 252 7.4.1. Análise dos Resultados do Estudo 2 _________________________________ 253 7.5. ESTUDO 3 _________________________________________________________ 262 7.5.1. Análise dos Resultados do Estudo 3. ________________________________ 264 7.6. ESTUDO 4 _________________________________________________________ 272 7.6.1. Análise dos Resultados do Estudo 4 _________________________________ 273 7.7. SUMÁRIO DAS ANÁLISES DOS RESULTADOS_________________________________ 282 8. CONCLUSÕES 264 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 291 ANEXO A 305 ANEXO B 313 crianças, se tornem mais vulneráveis em uma situação de incêndio. Na área de engenharia de segurança contra incêndio, o uso de modelos matemáticos tem se mostrado uma ferramenta útil na simulação de eventos e avaliação de suas conseqüências. Dentre os principais modelos utilizados destacamse os que simulam: a combustão (modelos de zona e de campo), a detecção do incêndio, o movimento da fumaça, a propagação do incêndio, a resistência ao fogo das estruturas e o abandono. 24 EM BRANCO 25 2. ANÁLISE DAS EDIFICAÇÕES ESCOLARES COM DOIS OU MAIS PAVIMENTOS PRODUZIDAS PELO ESTADO DE SÃO PAULO: ÊNFASE NAS SAÍDAS DE EMERGÊNCIA Este capítulo tem como objetivo examinar as principais características tipológicas e as técnicas construtivas predominantes na arquitetura escolar produzida pelo Estado de São Paulo e as circunstâncias políticas e educacionais em que estas escolas foram construídas, sob a ótica da segurança contra incêndio. Tem-se como meta final compreender como o Estado de São Paulo se posicionou frente à questão das saídas de emergência quando da construção destas escolas. A fim de delimitar o objeto de estudo, optou-se por analisar as escolas construídas a partir de 1890 até os dias atuais, no Estado de São Paulo pelo Governo Estadual, com dois ou mais pavimentos, por possuir este farta documentação e projetos arquitetônicos significativos. Metodologia de Trabalho Com o objetivo de compreender em quais circunstâncias tais escolas foram produzidas, uma abordagem sócio-política e econômica, mesmo que sucinta, se faz necessário. Desde a chegada dos jesuítas no Brasil em 1549 juntamente com o primeiro governador geral do Brasil, Tomé de Souza, até hoje, a arquitetura escolar vem sofrendo constantes alterações.
doi:10.11606/d.16.2008.tde-15072010-163048 fatcat:77nz2rdrivdu7bfkh3xvwtd2ni