"DIZIA QUE FORRAVA A DITA CRIANÇA": OS FORROS NA PIA BATISMAL NO RECIFE SETECENTISTA

Gian Carlo De Melo Silva
2017 Revista Transversos  
Resumo: O artigo tem o objetivo de investigar uma das formas de alforrias existentes no período colonial e que ocorria no momento da consagração do primeiro sacramento, o batismo. As crianças que alcançaram a mudança de condição no momento em que receberam os santos óleos tiveram, caso sobrevivessem às intempéries da infância, uma oportunidade diferente de suas mães. Eram livres numa sociedade marcada pela escravidão. O cenário de nosso estudo é a freguesia de Santo Antônio do Recife no final
more » ... o Recife no final do século XVIII, um espaço que congregava o comércio da região e estava cheio de gente, indo e vindo, com condições e qualidades distintas, fazendo a dinâmica do cotidiano existir. Palavras-chave: Escravidão, Alforria, Batismos, Pernambuco. Abstract: The article aims to investigate one of the forms of manumission that existed in the colonial period and that occurred at the time of the consecration of the first sacrament, baptism. The children who attained the change of condition by the time they received the holy oils had, if they survived the inclement weather of childhood, a different opportunity from their mothers. They were free in a society marked by slavery. The setting of our study is the parish of Santo Antônio do Recife in the late eighteenth century, a space that congregated the region's trade and was full of people, coming and going, with different conditions and qualities, making the dynamics of daily life exist.
doi:10.12957/transversos.2017.29991 fatcat:uc2anlvrujdsbhvaof42ebewwa