Museus para o Povo Português. O Museu de Arte Popular e o discurso etnográfico do Estado Novo

Joana Damasceno
unpublished
Resumo Foi profícua a fundação de museus de etnografia durante o período do Estado Novo. Com a Exposição do Mundo Português e o chamado Plano dos Centenários, desenvolvido a partir de 1937, surgiu a ideia, proposta por Luís Chaves, de criar museus regionais nas capitais de Distrito, com o intuito de guardar as memórias locais. Com o mesmo propósito, foram criados, ao longo da década de 40, pequenos museus rurais, nas Casas do Povo, que se desenvolveram um pouco por todo o país. A proximidade
more » ... tas instituições às populações não foi descurada, aproveitando-a para enaltecer um ideal rural. Tudo isto, enquanto nascia na capital o Museu de Arte Popular, com raízes na grande exposição de 1940. During the Estado Novo, the Portuguese dictatorship time, many, museums of etnography were founded. With the Exhibition of Portuguese World (1940) and the so called-Plano dos Centenários, developed from 1937 the idea of creating regional museums in the main cities emerged by Luís Chaves in order to keep the local historical memories. With the same purpose smaller rural museums were created during the 40's in-Casas do Povo‖, which were established throughout the country. These institutions were close to the population. Meanwhile the Museum of Popular Art was founded in Lisbon with its routes in the great Exhibition of 1940. Palavra-chave-Keywords: Etnografia, museus do Estado Novo e Arte Popular. Etnography, Museums of-Estado Novo‖, Folk Art
fatcat:csshmbnl5ve5zmfctim3g3ftom