Competências e habilidades para empregabilidade dos egressos de administração: a experiência de uma universidade gaúcha

Eliana Ribas Maciel, Ana Claudia Bueno Grando, Jessica Casali Turcato, Marinês Ribas, Martinho Luís Kelm
2018 Revista Brasileira de Administração Científica  
Este estudo tem como premissa a relevância da formação de bacharéis do curso de Administração com as competências requeridas pelas organizações e as habilidades para atuar em diferentes modelos e níveis organizacionais. Possui como objetivo apresentar as percepções dos egressos de uma universidade comunitária localizada na região Noroeste do Rio Grande do Sul e dos empregadores desses egressos a partir das oito competências citadas nas diretrizes curriculares do MEC. Estas oito competências são
more » ... to competências são tipificadas por Fonseca et al. (2007) como transversais e técnicas, as competências transversais são àquelas que têm foco no desenvolvimento individual e social, e as competências técnicas enfatizam o desenvolvimento profissional. Caracteriza-se como uma pesquisa aplicada, exploratória, descritiva e qualitativa. Do ponto de vista dos procedimentos técnicos é uma pesquisa de cunho bibliográfico, documental e estudo de caso, que culminou com a análise de conteúdo. Os resultados evidenciam que, na percepção das amostras, o egresso tem dificuldade em relacionar a teoria com a prática e carecem de experiência gerencial, entretanto, é apontada como fatores positivos: a aprendizagem nas diferentes áreas organizacionais, a participação em eventos, à realização de estágios e a formação em uma universidade bem-conceituada pelo MEC. Desta forma, o desafio da empregabilidade dos egressos está em integrar o conhecimento teórico de sala de aula, a habilidade técnica e um comportamento adequado ao profissional da Administração que as organizações requerem.
doi:10.6008/cbpc2179-684x.2018.001.0001 fatcat:cch5uibiqzenjcvwakzj45asey