A ESQUERDA CONTRA-ATACA: REBELDIA E CONTESTAÇÃO POLÍTICA NO FUTEBOL BRASILEIRO (1970-1978) 1

Euclides De, Freitas Couto, Belo Horizonte
unpublished
Recebido em 15 de outubro de 2009 Aprovado em 12 de fevereiro de 2010 Resumo Este estudo analisa as formas de manifestação política relacionadas ao futebol, observadas no Brasil durante a década de 1970. Observamos no contexto do futebol a deflagração de um embate entre as forças conservadoras e a esquerda no cenário político brasileiro. Nesse período, diferentes sujeitos, ligados aos grupos de oposição, também se apropriaram do espaço comunicativo criado em torno do futebol para exteriorizar
more » ... para exteriorizar seus ideais políticos. Desse modo, o esporte serviu tanto aos interesses do Estado quanto aos interesses dos sujeitos ligados à esquerda brasileira. Essas ações ganharam coro nas atitudes de jogadores e artistas, e na mídia em geral. Nesse cenário, a imprensa esportiva figurou-se como a principal mediadora tanto das lutas simbólicas travadas entre jogadores, técnicos, dirigentes e aficionados pelo futebol, como das ações e atos oficiais do governo. Palavras-chave: futebol; política; ditadura militar. Abstract The Left Strikes Back: rebellion and political contestation in Brazilian football (1970-1978) This study analyzes forms of political manifestations related to soccer (football), observed in Brazil in the course of the 1970's years. We observed, in the context of soccer, the outbreak of a dispute between conservative power and the left forces in the Brazilian political scene. In this period, different subjects, linked to opposition groups, also used the 1 Esse artigo é uma versão modificada da tese de doutorado intitulada Jogo de extremos: futebol, cultura e política no Brasil (1930-1978), desenvolvida no programa de Pós-Graduação em História da FAFICH/UFMG, no ano de 2009.
fatcat:3otdap5mnrdknpslvztg62ezyy