Correlation between increase in margin-crease distance and patient satisfaction after upper blepharoplasty

Eduardo Damous Feijó, Adriana Ribeiro de Almeida, Rayssa Léda, Fábio Ramos Caiado, Ana Carla de Souza Nery, Roberto Murillo Limongi
2017 Revista Brasileira de Oftalmologia  
Objective: To quantitatively and qualitatively evaluate postoperative outcomes and patient satisfaction after upper blepharoplasty and to correlate the findings with changes between preoperative and postoperative eyelid measurements using a digital imaging system. Methods: A total of 60 eyelids in 30 patients with dermatochalasis who were treated in the ambulatory center of the Department of Oculoplastic Surgery at the Anápolis Ophthalmology Hospital were evaluated. Patients ranged from 40 to
more » ... years of age. Photographs were taken before the upper blepharoplasty procedure and 90 days after as well. The images were transferred to the ImageJ 1.34n program. The parameters analyzed were palpebral fissure height in primary position and margin-crease distance. The correlations between these measurements and patient satisfaction 90 days after surgery were evaluated. Results: This study revealed an increase in the margin-crease distance after upper blepharoplasty and a high positive correlation (0.64) between the increase in this height and the level of satisfaction that the patients attributed to the surgery. There was no statistically significant difference between preoperative and postoperative palpebral fissure heights. Conclusion: The margin-crease distance may serve as a quantitative measurement of a good cosmetic and functional outcome, since it has been found to be strong correlated with patient satisfaction. Resumo Objetivo: Avaliar de maneira quantitativa e qualitativa o resultado pós-operatório e a satisfação de pacientes submetidos à blefaroplastia superior e correlacionar com as medidas palpebrais antes e após a cirurgia utilizando o sistema de imagem digital. Métodos: Foram avaliadas 60 pálpebras de 30 pacientes com dermatocálase atendidos no ambulatório de Plástica Ocular do Hospital Oftalmológico de Anápolis, com idade entre 40 e 80 anos. Foram realizadas fotografias antes e 90 dias após blefaroplastia superior. Essas imagens foram transferidas para o programa Image J 1.34n e analisados os parâmetros de altura da fenda palpebral em posição primária do olhar e distância margem-sulco palpebral. Foram avaliadas as correlações dessas medidas com a satisfação do paciente após 90 dias de pós-operatório. Resultados: O estudo mostrou um aumento da distância margem-sulco palpebral após blefaroplastia superior e uma correlação fortemente positiva (0,64) entre o aumento dessa medida e a nota de avaliação atribuída pelo paciente à cirurgia. Não houve diferença estatisticamente significante na altura da fenda palpebral antes e após a cirurgia. Conclusão: A utilização da medida da distância margem-sulco pode servir como parâmetro quantitativo de um bom resultado estético e funcional, apresentando uma forte correlação com a satisfação dos pacientes no pós-operatório. Descritores: Pálpebras/cirurgia; Doenças palpebrais/cirurgia; Blefaroplastia/métodos; Resultado do tratamento; Processamento de imagem assistida por computador; Satisfação do paciente Artigo originAl Recebido para publicação em 11/10/2016 -Aceito para publicação em 19/11/2016. Os autores declaram não haver conflito de interesses. Rev Bras Oftalmol. 2017; 76 (2): 65-9 Correlation between increase in margin-crease distance and patient satisfaction after upper blepharoplasty Rev Bras Oftalmol. 2017; 76 (2): 65-9
doi:10.5935/0034-7280.20170013 fatcat:2ir4b77erbgn3jha64wi4jqp2q