A MÁSCARA REVELADORA DA PSEUDOTRADUÇÃO

ANNIE ALVARENGA MYLDGAARD NIELSEN
2008 Tradução em Revista  
Num trabalho intitulado "A case of pseudotranslation in the Portuguese literary system" (2005), a doutora em literatura portuguesa Maria Lin de Sousa Moniz compara o pseudônimo na literatura a uma máscara capaz de ocultar a verdadeira identidade do autor, e a pseudotradução, ou tradução fictícia, a uma máscara dupla, visto que permite ao escritor se esconder tanto atrás do pseudônimo como da tradução. Trata-se de uma metáfora pertinente. No entanto, quando se analisam os motivos que levam
more » ... vos que levam alguém a recorrer à pseudotradução, bem como o modo como a obra é recebida pelo público, percebe-se que essa "máscara" pode, ao contrário, revelar muito mais do que encobrir. Uma vez identificada, permite saber mais sobre o autor, sobre as forças políticas e ideológicas às quais estava sujeito e sobre o grau de receptividade da sua cultura a novos estilos literários. A obtenção de tais informações é apenas um dos motivos que levaram pesquisadores a reconhecerem na pseudotradução um objeto de estudo legítimo. O estudo desse fenômeno foi iniciado pelos teóricos da linha descritivista dos Estudos da Tradução (Descriptive Translation Studies -DTS), que rejeitam a abordagem normativa e partem sempre do produto, ou seja, do texto-meta, para tecer suas análises. Dentre os nomes que se dedicaram ao tema despontam os da inglesa Susan Bassnett, da Universidade de Warwick, e, sobretudo, o do israelense Gideon Toury, da Universidade de Tel Aviv. Toury definiu as pseudotraduções como "textosmetas considerados traduções pela cultura de chegada, embora não seja possível identificar nenhum texto-fonte genuíno para tais escritos" (Toury, apud Shuttleworth, 1997: 135). 2 Obviamente, as pseudotraduções só podem ser classificadas como tais a partir do momento em que se desvenda a fraude. De acordo com Toury, elas têm relevância para os estudos da tradução por dois motivos básicos. Em primeiro lugar, proporcionam um 1 Este trabalho é parte da dissertação de mestrado intitulada A face oculta de Pagu: um caso de pseudotradução no Brasil do século XX, defendida junto ao Programa de Pós-Graduação em Letras -Estudos da Linguagem da PUC-Rio, em 2007. 2 Todas as citações de referências em inglês foram traduzidas pela autora.
doi:10.17771/pucrio.tradrev.12722 fatcat:s3brzifpirdwzghjwgcw4dr2pe