Formação da Comunidade Arquivística Brasileira em Grupos de Pesquisa

A.A.C. Marques
2013 Informação Arquivística  
Resumo: Considerando o desenvolvimento dos arquivos e da Arquivologia como disciplina científica, este artigo atualiza o mapeamento das pesquisas arquivísticas produzidas nos programas de pós-graduação stricto sensu brasileiros, a partir do Banco de Teses da CAPES. Identifica os autores, orientadores e coorientadores das dissertações e teses arquivísticas, com o fim de visualizar a participação desses atores em grupos de pesquisa, com base nos dados do Diretório de Grupos do CNPq e,
more » ... CNPq e, consequentemente, a formação da comunidade científica arquivística brasileira. Diante das 279 pesquisas mapeadas, identifica 311 grupos de pesquisa, dos quais somente 4% são arquivísticos, 28% são tematicamente afins à Arquivologia e 68% são estranhos a essa disciplina. Ainda que a interdisciplinaridade (e seus desdobramentos) seja um aspecto favorável no desenvolvimento da Arquivologia e na organização dos arquivos, observa-se que pluralidade temática das pesquisas arquivísticas sinaliza a necessidade de produção de pesquisas e de formação de grupos de pesquisa com enfoque arquivístico. Palavras-chaves: Pesquisas arquivísticas; grupos de pesquisa arquivísticos; comunidade científica arquivística. Formation of the brazilian archival science community in research groups Abstract: Considering the development of archives and Archival Science as a scientific discipline, this paper updates the mapping of Archival Science research carried out in the Brazilian stricto sensu graduate programs, starting with the thesis databank from the Coordination for Enhancement of Higher Education Personnel (Capes).
doi:10.18377/2316-7300/informacaoarquivistica.v2n1p24-40 fatcat:gyd6wigodjawbmwqvo4l5mwrcu