Crescimento linear das crianças brasileiras: reflexões no contexto da equidade social

Dixis FIGUEROA PEDRAZA
2016 Revista de Nutrição  
O artigo teve por objetivo refletir a respeito do crescimento linear das crianças no contexto da equidade social e sistematizou, primeiramente, os resultados das pesquisas que analisaram fatores associados ao declínio do deficit de estatura das crianças menores de cinco anos no Brasil. Posteriormente, os resultados foram contextualizados do ponto de vista da equidade social. Os nove artigos revisados mostraram variação temporal positiva do deficit de estatura, com valores nacionais que
more » ... de 37,1 a 7,1%; na região Nordeste a variação foi de 33,9 a 5,9%. Quatro razões principais explicaram o declínio do deficit de estatura: 1) aumento do poder aquisitivo/renda familiar nos lares de baixo poder aquisitivo; 2) melhoria da escolaridade materna; 3) expansão da rede pública de saneamento básico, e 4) expansão dos cuidados básicos de saúde. Porém, destacam-se disparidades que marcam a persistência das iniquidades sociais relacionadas ao deficit de estatura no País, as quais prejudicam populações marginalizadas. Enfoca-se a necessidade de refletir a baixa estatura na perspectiva da influência mediada pela situação da segurança alimentar, do estado nutricional de micronutrientes e dos modos de vida contemporâneos. Na perspectiva das políticas públicas, ressalta-se a importância do trabalho intersetorial. Em conclusão, sugere-se que apesar do declínio do deficit de estatura no Brasil, como reflexo do impacto das políticas públicas, ainda persistem iniquidades com vulnerabilidade marcada em grupos socioculturais desfavorecidos. Assim, o enfrentamento desta conjuntura torna imprescindível o direcionamento das pesquisas e das ações para esses segmentos populacionais.
doi:10.1590/1678-98652016000200011 fatcat:xjpafyecofevtnuch6nluzj4fa