Reabilitar A Sabedoria Na Cidade A Partir Da Rua Da Sofia Em Coimbra

Rooney Figueiredo Pinto, António Gomes Ferreira, Luís Mota, Maiza Trigo
2014 Zenodo  
RESUMO Cada lugar é percebido a partir do conhecimento que já se tem ou adquire do lugar. A leitura dos espaços é feita quase que inconscientemente, pois as associações são instantâneas. No entanto, não é raro passarmos ou visitarmos lugares e não conseguirmos interagir com o espaço a partir da significância originalmente atribuída. Com o objetivo de abrigar os colégios da Universidade, quando D. João III a faz retornar à Coimbra, a Rua da Sofia é aberta com imensa importância. Sua imagem e
more » ... a. Sua imagem e significância foram registradas em sua toponímia de "rua da sabedoria", pois a rua era percebida pelos objetivos de sua ocupação principal. Da mesma forma, os seus colégios receberam significância pela leitura da importância atribuída à rua. Esses diálogos iconológicos entre o espaço e seus objetivos e a percepção dos usuários ou transeuntes tornaram-na num dos elementos chave de seu desenvolvimento. À medida que há alteração do espaço (suas edificações e objetivos), a leitura do mesmo transforma-se. Por conseguinte, o diálogo entre o indivíduo e o espaço pode promover sua importância (valorização e status) ou não (e consequente abandono social). Essa leitura reflete-se diretamente na maneira como interagimos com o lugar e na maneira como entendemos o diálogo entre a sua significância e a utilidade que lhe atribuímos. Uma simbiose de significâncias e significados atribuídos que reflete a percepção coletiva do espaço, suas edificações e os diálogos interrompidos. Palavras-chave: Patrimônio Material e Imaterial.; Patrimônio Educativo.; Significância e Significados.
doi:10.5281/zenodo.1188112 fatcat:vb77vjxvf5fzzbtmokhz44qccy