Variação espaço-temporal de parâmetros biofísicos e da evapotranspiração em plantios de eucalipto

Marlus Sabino, Luana Bouvié, Anísio Alfredo da Silva Junior, Nadja Gomes Machado, Marcelo Sacardi Biudes
2019 Ciência e Natura  
Resumo Avaliou-se a variação espaço-temporal dos parâmetros biofísicos em plantios de Eucalipto, na transição Cerrado-Amazônia Mato-Grossense, por meio de sensoriamento remoto. A área localiza-se no município de Lucas do Rio Verde-MT, sendo composta por talhões de E. urophylla, E. urograndis, mata nativa e solo exposto. As imagens foram adquiridas no site do U. S. Geological Survey referentes aos meses de fevereiro 2015/16 e janeiro 2017 (estação chuvosa) e junho 2015-2017 (estação seca). O
more » ... stação seca). O Índice de Vegetação da Diferença Normalizada (NDVI), albedo da superfície ( ); temperatura da superfície (Ts); Saldo de Radiação (Rn) e evapotranspiração (ET) foram calculados em etapas do modelo R-SSEB. Os plantios de Eucalipto, comparado a floresta nativa, apresentaram aumento de 3% a 4% nos valores de NDVI, Ts, Rn e ET. A exposição de solo provocou aumento do albedo (69% a 109%) e da Ts (14% a 34%) e redução do NDVI (63% a 58%), do Rn (13% a 20%) e da ET (57% a 26%), nos períodos de chuva e seca, respectivamente. Conclui-se que as mudanças no uso e ocupação do solo alteraram os parâmetros biofísicos e a evapotranspiração, sendo estas mais acentuadas em áreas desmatadas do que em áreas com cultivo de Eucalipto. Palavras-chave: mudança do uso do solo; desmatamento; necessidade hídrica; microclima Abstract The spatiotemporal variation of biophysical parameters in Eucalipto plantations, in the Savanna-Amazonian Mato-Grossense transition, was evaluated by means of remote sensing. The area is located in the municipality of Lucas do Rio Verde-MT, and it is composed of plots of E. urophylla, E. urograndis, native forest and exposed soil. The images were acquired on the website of the U. S. Geological Survey for the months of February 2015/16 and January 2017 (rainy season) and June 2015-2017 (dry season). The Normalized Difference Vegetation Index (NDVI), surface albedo ( ); surface temperature (Ts); Radiation Balance (Rn) and evapotranspiration (ET) were calculated in steps of the R-SSEB model. Eucalyptus plantations, compared to native forest, showed an increase of 3% to 4% in NDVI, Ts, Rn and ET values. Soil exposure increased albedo (69% to 109%) and Ts (14% to 34%) and reduced NDVI (63% to 58%), Rn (13% to 20%) and ET (57% to 26%), in the rainy and dry periods, respectively. It is concluded that the changes in soil use and occupation altered the biophysical parameters and evapotranspiration, being these more accentuated in deforested areas than in areas with Eucalyptus cultivation. α α Sabino, M.; Bouivé, L.; Silva, A. A. J.; Machado, N. G.; Biudes, M. S.
doi:10.5902/2179460x35416 fatcat:z4xkkuaar5gsjiuphdtvjkevyi