CARACTERÍSTICAS QUALITATIVAS DA PASTAGEM DE AVEIA PRETA E AZEVÉM MANEJADA SOB DIFERENTES ALTURAS, OBTIDA POR SIMULAÇÃO DE PASTEJO

Ricardo Guimarães Piazzetta, João Ricardo Dittrich, Sergio José Alves, Anibal De Moraes, Sebastião Brasil Campos Lustosa, Tatiana Louise Gazda, Helen Aline Melo, Alda Lúcia Gomes Monteiro
2009 Archives of Veterinary Science  
O objetivo desse experimento foi avaliar o valor bromatológico da pastagem de aveia preta e azevémsubmetida a diferentes alturas de pastejo, obtida pela simulação de pastejo. O experimento foi conduzido naFazenda Experimental da COAMO, Campo Mourão/PR. O delineamento experimental adotado foi de blocosao acaso, com quatro tratamentos e duas repetições. Os tratamentos foram constituídos por diferentesalturas da pastagem: 7 cm de altura; 14 cm de altura; 21 cm de altura e 28 cm de altura. O método
more » ... deamostragem utilizado foi a simulação manual do pastejo. Os valores médios de proteína bruta foram de23,8%; 21,8%; 20,8% e 20,9% para os tratamentos de 7 cm; 14 cm; 21 cm e 28 cm respectivamente. Aanálise de regressão demonstra que houve resposta quadrática da altura da pastagem sobre os teoresmédios de proteína bruta. Os valores médios de fibra em detergente ácido (FDA) foram de 25,5%; 28,0%;27,2% e 26,0% para os tratamentos de 7 cm; 14 cm; 21 cm e 28 cm respectivamente. E os valores de fibraem detergente neutro (FDN) foram de 58,5%; 62,2%; 59,7% e 60,5% para os tratamentos de 7 cm; 14 cm;21 cm e 28 cm respectivamente. Os valores médios de fibra em detergente ácido (FDA) e fibra emdetergente neutro (FDN) não apresentaram diferença entre as alturas de pastejo. A utilização da pastagemde aveia preta e azevém em menor altura implicou no aumento dos teores de proteína bruta da forragemobtida na simulação de pastejo dos animais.
doi:10.5380/avs.v14i1.12636 fatcat:bdpdl7buvffjblodeffpojlafa