Produção animal e de forragem em pastagem nativa submetida a distintas ofertas de forragem

André Brugnara Soares, Paulo César de Faccio Carvalho, Carlos Nabinger, Cláudio Semmelmann, Júlio Kuhn da Trindade, Enri Guerra, Thércio Stella de Freitas, Cassiano Eduardo Pinto, José Acélio Fontoura Júnior, Adriana Frizzo
2005 Ciência Rural  
O trabalho foi conduzido em área de pastagem natural da Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre-RS), no período de 25/10/2000 a 13/09/2001, com objetivo de avaliar os tratamentos: 8%, 12%, 16% de oferta de forragem (OF) durante todo ano, 8% de OF na primavera e 12% no verão, outono e inverno (8-12%); 12% de OF na primavera e 8% no verão, outono e inverno (12-8%); 16% de OF na primavera e 12% no verão, outono e inverno (16-12%), com novilhos em
more » ... astejo contínuo com lotação variável. O delineamento experimental utilizado foi em blocos completamente casualizados com duas repetições. O maior ganho médio diário (GMD) ao longo do ano (0,466 kg an-1 dia-1) foi obtido no tratamento que teve sua oferta aumentada (8-12%). Este também foi o único manejo em que os animais ganharam peso no inverno. A produtividade animal (kg ha-1 de peso vivo) foi menor nos tratamentos de 16% e 16-12%. A variação da OF ao longo das estações do ano, como procedimento de manipulação da estrutura e composição da vegetação para promover maior produção de MS e GMD dos animais foi eficiente, sendo que seu efeito sobre a produção de MS e animal estende-se por todas as estações do ano.
doi:10.1590/s0103-84782005000500025 fatcat:rsfvonw2hbcsld57fq2thcqth4