Uma proposta para o preparo de bases de dados utilizadas nos ajustes de modelos de crescimento e produção florestal

Samuel De, Pádua Chaves E Carvalho, Mariana Peres De Lima
2015 Adv. For. Sci   unpublished
Resumo Este trabalho teve como objetivo, propor um conjunto de etapas para o preparo de base de dados originados de parcelas permanentes tradicionalmente utilizadas nos ajustes de modelos de crescimento e produção florestal para as florestas homogêneas e equiâneas tipicamente plantadas no Brasil, e destinadas a um único uso nos processos industriais como as de celulose e papel, por exemplo. Para compor o ajuste foram selecionadas vinte e uma parcelas com quatro remedições cada. Destas vinte e
more » ... a, quatro, selecionadas aleatoriamente, tiveram a sua última medição retirada da base de ajuste para fins de validação da metodologia descrita neste estudo. Cinco etapas foram propostas: 1 -Taxa de Sobrevivência mínima; 2 -Índice de Uniformidade mínimo aceitável; 3 -Taxa crescente no incremento em altura média dominante e codominante; 4 -Taxa crescente no incremento em área basal; 5 -Remoção de outliers para a variável volume por meio do gráfico de caixas. Os resultados permitiram concluir sobre a robustez do método proposto com melhoria da precisão em 7% garantindo maior acurácia, além da melhoria na estabilidade de projeção da ordem de 21%. Portanto, ao optarmos pela metodologia descrita no estudo no preparo de ajustes de modelos de produção florestal, ela fornecerá ao gestor florestal a construção de cenários de planejamento mais realísticos. Palavras-chave: Estabilidade; Acurácia; Biometria Florestal. Database approach to calibrate growth and yield models in forestry production systems Abstract This study aimed to propose a step by step to prepare a database from permanent plots traditionally used in the growth and yield models for forest plantations typically planted in Brazil and designed to industrial processes like as pulp and paper, for example. To compose the adjustment were selected twenty-one plots with four measurements each. These twenty-one, four, were randomly selected, had their last measurement taken setting the database for validation of methodology described in this study. Five steps were proposed: 1 -Minimum Survival Rate; 2 -Minimum Uniformity Index; 3 -Increasing rate in a dominant and codominant average height; 4 -Increasing rate in basal area; 5 -Outlier removal for variable volume through the boxplot. The results showed about the robustness of the proposed method with improved precision by 7% ensuring greater accuracy, in addition to improving the stability of the order projection of 21%. So when we choose the methodology described in the study, this will provide the forest manager to build more realistic context planning.
fatcat:2ufdu53wonemvj6zbgpk3j6moa