Viabilidade agroeconômica do consórcio mangarito com milho verde em quatro épocas de associação

Adriana Uchôa Brito, Mário Puiatti, Paulo Roberto Cecon, Guilherme Alves Puiatti
2018 Revista Ceres  
RESUMO A consorciação de culturas é uma prática que permite a maximização dos recursos disponíveis, sobretudo na pequena propriedade agrícola. Objetivou-se verificar a viabilidade agroeconômica do consórcio do mangarito com milho verde. Dois experimentos foram realizados com as variedades de mangarito 'Gigante' e 'Pequeno', cada um constituído de nove tratamentos envolvendo os consórcios do mangarito com milho verde, em quatro épocas da associação após a emergência das plantas de mangarito (DAE
more » ... s de mangarito (DAE = 0, 21, 42 e 63), assim como suas respectivas monoculturas. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com cinco repetições. Avaliaram-se, além dos dados produtivos das culturas, indicadores agroeconômicos de eficiência. Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias de comparadas pelo teste Tukey, além de realizados contrastes (teste F) entre monocultivos solteiro e consórcios para as variáveis medidas no milho verde. Concluiu-se que é viável, agronômica e economicamente, a consorciação dos mangaritos 'Gigante' e 'Pequeno' com milho verde. Em termos econômicos, a associação do milho verde com mangarito 'Gigante' deve ser instalada, preferencialmente, aos 21 DAE das plantas do mangarito e, para o mangarito 'Pequeno', ao 0 DAE.
doi:10.1590/0034-737x201865040009 fatcat:q46hxjhze5b5nj2mbfhmuhws6a