H-ermes. Journal of Communication Breves observações sobre a noção de saudade: símbolo cultural e paradoxo

Assunpção Cláudia, Márcio Dias, Vilmar Jarek, Debona
2016 J. Comm   unpublished
Breves observações sobre a noção desaudade: símbolo cultural e paradoxo: O presente artigo visa problematizar algumas dimensões da noção de saudade, palavra conhecida por ser peculiar da lusofonia, um "símbolo cultural" da subjetividade luso-brasileira e, ainda, de difícil tradução. O propósito central é destacar alguns aspectos que o tema engendraria e indicar a hipótese de que se poderia sustentar uma ambivalência, um paradoxo da saudade que a noção sugere na medida em que ela não poderia ser
more » ... ela não poderia ser tomada sem a constatação de que se trata de um sentimento que aduz a pares como prazer-dor, alegria-tristeza, felicidade-sofrimento, bom-ruim. Para tanto, não nos dedicamos a comentar ou analisar teses norteadoras já defendidas sobre a questão da saudade, linhas interpretativas, escolas literárias ou autores específicos. Do mesmo modo, não nos deteremos no debate filológico e linguístico ou nos debates antropológico, sociológico e histórico. Ao invés disso, visamos, num primeiro momento, destacar certos matizes dessa variegada noção para, num segundo momento, indicarmos em que medida ela poderia denotar um paradoxo conceitual a partir de atribuições e características que geralmente lhe são conferidas, como a ideia do desejo de retorno do passado "feliz", mas, também, o nostálgico sofrimento, a melancolia e a dor pela impossibilidade de tal retorno. Para este último objetivo, lançaremos mão de trechos de algumas conhecidas canções e poesias brasileiras. Palavras-chave: Saudade; Sofrimento; Nostalgia; Melancolia; Felicidade; Paradoxo. Brief observation on the notion of saudade: cultural symbol and paradox. This paper seeks to problematize certain aspects of the notion of saudade, a peculiar Lusophone word known for being a "cultural symbol" of the Brazilian-Portuguese subjectivity, yet intricate to translate. The main purpose is to shed light on aspects the theme unfolds and point out the hypothesis of a supposed contradiction, a paradox of the term saudade, a word that must be understood as a feeling containing in its core pairs such as pleasure-pain, joy-sorrow, happiness-sadness, good-bad. To do so, this paper does not make use of established theses previously put forward, lines of interpretation, literary schools or specific scholars. Nor will it attain to the debates over it in philology and linguistics, anthropology, sociology or history. Instead, this article aims at highlighting certain nuances of such diversified notion at first, to then show in what measure saudade could signify a conceptual paradox through the attributions and characteristics typically associated with it, such as the desire of returning to a "happy" past, together with the nostalgic pain, melancholy and sorrow brought by the impossibility to do so. For the latter, we resort to passages of popular Brazilian songs and poems.
fatcat:epwvidb53vdj5lc4t6akdhwlsa