Atuação fisioterapêutica em um indivíduo com lúpus eritematoso sistêmico associado à artrite reumatoide e à fibromialgia

Matheus Santos Gomes Jorge, Karina Garbin, Poliana Luisa Müller, Lia Mara Wibelinger
2017 ABCS Health Sciences  
Introdução: As doenças reumáticas podem manifestar-se de forma isolada ou concomitante, como, por exemplo, o lúpus eritematoso sistêmico, que pode associar-se à artrite reumatoide e à fibromialgia, comprometendo a funcionalidade e a qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos da fisioterapia na dor, na força de preensão palmar, no equilíbrio postural, no nível de incapacidade e na qualidade de vida de um indivíduo com lúpus eritematoso sistêmico associado à artrite
more » ... ado à artrite reumatoide e à fibromialgia. Relato de caso: Mulher, 56 anos, diagnosticada com lúpus eritematoso sistêmico, artrite reumatoide e fibromialgia há 14 anos. Sua queixa principal era dor generalizada e intensa em diversos pontos do corpo. Foram avaliados a dor, a força de preensão palmar, o equilíbrio postural, o nível de incapacidade e a qualidade de vida. O indivíduo realizou 30 sessões de fisioterapia (cinesioterapia e hidrocinesioterapia), duas vezes por semana, entre os meses de agosto e novembro de 2015, na Clínica e Fisioterapia da Universidade de Passo Fundo. Após a intervenção, houve diminuição da dor em 5 pontos e da incapacidade em 30%; aumento da força de preensão palmar em 2,2 kgf (mão direita) e 1,2 kgf (mão esquerda); e do equilíbrio postural em 6 pontos. Como consequência, a qualidade de vida do indivíduo melhorou. Conclusão: A fisioterapia demonstrou-se eficaz na diminuição da dor e da incapacidade, no aumento da força de preensão palmar bilateral e do equilíbrio postural e na melhora da qualidade de vida em um indivíduo com lúpus eritematoso sistêmico associado à artrite reumatoide e à fibromialgia.
doi:10.7322/abcshs.v42i1.952 fatcat:6nurbqr6ireurjjwipzvygmhhe