Fluxo sangüineo muscular na insuficiência cardíaca: interação entre fatores centrais e locais

Bruno Tesini Roseguini, Gaspar Rogério Chiappa, Jorge Pinto Ribeiro
2007 Clinical and Biomedical Research  
A intolerância ao exercício é uma característica marcante da Insuficiência cardíaca. Diversos mecanismos, como anormalidades no metabolismo muscular, no consumo de oxigênio do músculo e principalmente no fluxo sanguíneo muscular tem sido documentado em pacientes com Insuficiência Cardíaca. Contudo, a relação entre a tolerância ao exercício e perfusão muscular no exercício é ainda controversa neste estado. Diversos mecanismos têm sido propostos na participação da regulação da hiperemia
more » ... hiperemia relacionada ao exercício, incluindo os mecanismos neural, endotelial e a bomba muscular. O propósito desta revisão é apresentar as evidências experimentais e clínicas com relação ao controle da perfusão muscular no exercício na insuficiência cardíaca. Existe um consenso geral de que a insuficiência cardíaca crônica está associada à vasoconstrição periférica e à marcante elevação da atividade do sistema nervoso autônomo simpático. Evidências recentes sugerem ainda que a modulação inadequada da atividade vasoconstritora simpática, a disfunção endotelial e os mecanismos anormais de controle da bomba muscular podem ser responsáveis pela resposta vasodilatadora inadequada ao exercício nestes pacientes. Contudo, a interação entre os mecanismos de controle do fluxo sanguíneo muscular no exercício e principalmente como esses mecanismos afetam a tolerância ao exercício na insuficiência cardíaca ainda precisam ser melhor investigados.
doaj:8d330966fe134952966840baf6fe82a7 fatcat:2enek2q5z5appoc633vfzj2huu