O noticiário econômico e as políticas públicas de cunho social: sem diálogo

Paula Puliti
2010 Estudos em Jornalismo e Mídia  
Resumo: A imprensa é uma instituição legitimada socialmente por defender a pluralidade de visões que marca os ambientes democráticos. É a partir do conhecimento das diversas linhas reflexivas que cada cidadão constrói a visão de mundo que lhe permitirá exercer seus mais básicos direitos de cidadão, entre os quais escolher as lideranças que, espera-se, conduzirão o país rumo ao desenvolvimento sustentado e abrangente. Portanto, as políticas públicas deveriam estar no centro da atenção dos
more » ... atenção dos jornalistas. No entanto, o noticiário econômico, núcleo temático da maior importância para todos os cidadãos, praticamente furta-se do papel de discutir políticas públicas do ponto de vista do impacto que têm na vida das pessoas. Pelo menos é o que aponta o acompanhamento sistemático do noticiário. A partir dos resultados de um levantamento quantitativo dos cadernos de economia de dois grandes jornais de conteúdo geral brasileiros, é possível verificar as raízes que levaram o setor público a ser noticiado exclusivamente a partir da ótica do ajuste fiscal para fins de geração de superávit primário. No noticiário econômico, o impacto dos investimentos em obras públicas é escamoteado pelo discurso de que a eficiência do Estado é medida não pelo que executa, mas pelo montante de gastos que deixa de executar. É uma abordagem que privilegia temas de interesse de um determinado grupo bastante organizado comunicacionalmente em detrimento de ministérios e instituições de mobilização social. Palavras-chave: Jornalismo; noticiário econômico; políticas públicas; jornalismo econômico. The economic news and the public policies of social nature: Without dialogue Abstract: The press is an institution socially legitimated as a defender of plurality of opinions, which is proper of democratic environments. It is from the knowledge of different aspects of reality and visions that individuals make up their minds and carry out their basic citizens' rights, such as choosing the leaders who will drive the nation towards sustainable and widespread development. Therefore, public policies should be the main target of journalism. However, when one assesses economic news, so central for voters decision-making, it is quite clear that the public sector is seen merely under the needs of primary surplus' generation. The impact of public investment in infrastructure works, for example, is overshadowed by a discourse according to which the efficiency of the public sector is measured through spending only. This article aims at assessing how federally-conducted public policies appear on the economic session of Brazilian newspapers of general content, taking into account the outcomes of a survey with two of the country's largest newspapers, as well as to set why the approach favors matters of interest of a specific and well-organized group and excludes ministries and institutions related do social-mobilization.
doi:10.5007/1984-6924.2010v7n2p249 fatcat:jbqobrvodrfjfdlhklwciergk4