A ARTE DA ESCUTA

Lisabete Coradini
2020 Vivência: Revista de Antropologia  
Dedico este memorial a meu pai e minha mãe (in memoriam), por terem me ensinado o valor das pequenas histórias e como viver com dignidade. De forma especial, para Sofi a e Carlo, parceiros de muito amor e de partilhas ao longo da vida. COMO ALERTA PAULO FREIRE EM UMA CARTA DE 1986: Neste sentido, a luta pela Universidade de meu sonho, substantivamente democrática, deselitizada, séria, comprometida com a ciência sem ser cientifi cista, rigorosa, competente, crítica, exigente, criadora, avessa a
more » ... ualquer forma de dicotomia: pesquisa, docência (produção do conhecimento, conhecimento do conhecimento existente); autoridade, liberdade; texto, contexto; ler, escrever; saber popular, saber acadêmico; teoria, prática; ensinar; aprender, a luta pela Universidade de meu sonho se dá politicamente na intimidade da Universidade real, concreta, em que me acho. A luta por ela se dá na luta política em favor da sociedade com que sonho, que não aparece por acaso, nem por decreto, nem por voluntarismo de nenhuma espécie, mas pela transformação da que aí está, concreta, real. Por isso é que a posição tradicionalista, cega e surda aos interesses de classe no espaço escolar e para a qual ensinar e aprender são atos puros e castos, em nada tem a ver com o meu sonho de Universidade.
doi:10.21680/2238-6009.2019v1n53id20980 fatcat:redw2ootvfcrjiszfdjygg75wi