Sentimentos mediados: Sensacionalista produz narrativas de risos e discordâncias sobre o Caso Charlie Hebdo 1

Maria Das Graças, Pinto Coelho, Lídia Raquel, Herculano Maia, Afra De, Medeiros Soares
unpublished
Em uma época em que os dispositivos de produção e veiculação de formas simbólicas tornam-se cada vez mais acessíveis para todos, quaisquer novos acontecimentos resultam em uma infinidade de narrativas, postas em circulação por diferentes grupos sociais. Tal curso narrativo incrementa o fluxo interacional em rede, protagonizado por atores sociais, agora representados por identidades cada vez mais complexas e por novos modos de interações que surgem na ambiência digital. A interação entre esses
more » ... ração entre esses atores, que pressupõe a presença dos objetos digitais nas relações sociais, se acirra, e diferentes sentimentos e emoções passam a ser mediados em redes sociodigitais. Assim, surgem novas formas de interpretação dos acontecimentos que incidem em narrativas de ódio, ressentimento, raiva e preconceito, mas também de delírio, humor e comicidade. Desloca-se, sobremaneira, o papel de interpretação dos acontecimentos sociais, que normalmente era desempenhado pelos meios de comunicação de massa, quando eles tinham o monopólio da fala. O que não quer dizer que eles deixaram de efetuar tais operações interpretativas,
fatcat:sbgysibcs5awtbac3c3u7kzszy