SPATIAL DISTRIBUTION OF Sacoila lanceolata (AUBL.) GARAY (ORCHIDACEAE) IN MESOPHYTIC FOREST FRAGMENT OF PIRASSUNUNGA, SÃO PAULO, BRAZIL
DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE Sacoila lanceolata (AUBL.) GARAY (ORCHIDACEAE) EM FRAGMENTO MESÓFILO DE PIRASSUNUNGA, SÃO PAULO, BRASIL

Mariani Cristina Alves Piccoli, Thiago de Souza-Leal, Cristiano Pedroso-de-Moraes
2014 Nucleus  
RESUMO: Sacoila lanceolata destaca-se por sua ampla distribuição geográfica e capacidade de invadir ambientes perturbados. O presente estudo teve por objetivo analisar a distribuição espacial da espécie, além de verificar se há correlação entre imaturos e maturos com os padrões microclimáticos em Fragmento Estacional Semidecidual do Estado de São Paulo. A identificação do padrão de distribuição ocorreu pela alocação de 20 parcelas de 20 x 10 m, posteriormente reduzidas para 10 x 10 m, onde
more » ... 0 x 10 m, onde foram calculados o Índice de Morisita (IM) e a Razão Variância/Média (R). Para identificação das correlações utilizou-se o índice de correlação de Sperman (r). Imaturos e maturos apresentaram agregação nas parcelas de 100 m² e 200 m², sendo esta maior para maturos em ambos os casos. O índice de correlação obtido entre imaturos e maturos foi superior a 0,88, indicando dependência entre tais populações. Todos os fatores abióticos analisados, principalmente temperatura e umidade relativa do ar, mostraramse importantes para a alocação das plantas ao longo das parcelas. Palavras-chave: Padrão espacial. Estádios ontogenéticos. Orquídeas. SPATIAL DISTRIBUTION OF Sacoila lanceolata (AUBL.) GARAY (ORCHIDACEAE) IN MESOPHYTIC FOREST FRAGMENT OF PIRASSUNUNGA, SÃO PAULO, BRAZIL SUMMARY: Sacoila lanceolata stands out for its wide geographical distribution and ability to invade disturbed areas. The present study aimed to analyze the spatial distribution of species, besides verifying the correlation between immature and mature plants with the climatic patterns in Fragment Seasonal Semi-deciduous forest of the state of São Paulo. The identification of the distribution pattern occurred for the allocation of 20 plots of 20 x 10 m, later reduced to 10 x 10 m was calculated Morisita Index (MI) and the ratio Variance / Mean (R). To identify correlations used the Spearman correlation coefficient (r). Immature and mature showed aggregation in plots of 100 m² and 200 m², being higher for mature in both cases. The correlation coefficient obtained between immature and mature was greater than 0.88, indicating dependence between these populations. All abiotic factors analyzed, mainly temperature and relative humidity, were important for the allocation of plants along the plots. INTRODUÇÃO Florestas Estacionais Semideciduais são condicionadas pela dupla estacionalidade climática: uma tropical, com época de intensas chuvas de verão seguidas por estiagens acentuadas; e outra subtropical, sem período seco, mas com seca fisiológica provocada pelo intenso frio de inverno, com temperaturas médias inferiores a 15°C (KOZLOWSKI et al., 1991; VELOSO et al., 1991) . Tal vegetação é constituída por fanerófitos que apresentam gemas foliares protegidas da seca por escamas, tendo folhas Maturas esclerófilas ou membranáceas deciduais (IBGE, 1992; RIZZINI, 1997) . Nas áreas tropicais, esta vegetação é composta por mesofanerófitos que revestem, em geral,
doi:10.3738/1982.2278.937 fatcat:qdcqlqwizzgidikaadewjkdsdu