Familiares de clientes acometidos pelo HIV/AIDS e o atendimento prestado em uma unidade ambulatorial

Edilene Aparecida Araújo da Silveira, Ana Maria Pimenta Carvalho
2002 Revista Latino-Americana de Enfermagem  
Durante o desenvolvimento da doença ocorrem alterações no estilo de vida do indivíduo com HIV/AIDS que suscitam, na família e no paciente, reações de adaptação às demandas. O presente estudo, realizado no ambulatório de um centro de referência para HIV/AIDS, contou com a participação de oito integrantes do grupo de apoio para familiares de pacientes acometidos pelo HIV/AIDS. Eles responderam a uma entrevista semi-estruturada a partir da qual foram analisados os conteúdos de suas falas. Esses
more » ... uas falas. Esses familiares referiram dificuldades ao lidar com a doença e com a agressividade do paciente em relação ao cuidador. Eles encontraram acolhimento e recursos que proporcionaram melhora da saúde e mudanças positivas no paciente, mas queixaram-se da demora no atendimento ambulatorial e dificuldades com o transporte. No grupo de apoio encontraram alívio e conforto. A família que se propõe a cuidar do paciente deve ser acolhida e auxiliada na adaptação às mudanças, pela equipe de saúde.
doi:10.1590/s0104-11692002000600010 fatcat:vn4uaxvqx5f47onycmtc77c4jq