Aplicação da audiometria troncoencefálica na detecção de perdas auditivas retrococleares em trabalhadores de manutenção hospitalar expostos a ruído

Victor Luiz da Silveira, Volney de Magalhães Câmara, Cláudia Maria Valete Rosalino
2011 Ciência & Saúde Coletiva  
O objetivo principal deste estudo seccional foi averiguar a presença de comprometimento auditivo retrococlear num grupo de trabalhadores de manutenção de um hospital de grande porte com histórico de exposição a ruído. Foram avaliados 31 trabalhadores de três setores da divisão de engenharia entre 25 e 60 anos e com exposição contínua a ruído entre 2 e 45 anos. O processo avaliativo contou com triagem audiométrica ocupacional e audiometria troncoencefálica (ATE). Foram detectadas anormalidades
more » ... das anormalidades na ATE em sete pacientes (22,6%), caracterizadas por aumento de latências de ondas III (14,3%) e V (28,6%); prolongamento dos interpicos I-III (71,4%), III-V (28,6%) e I-V (85,7%). Das 35 orelhas com audição normal (três unilateralmente e 32 bilateralmente), quatro (11,4%) apresentaram comprometimento retrococlear. A alta prevalência de comprometimento retrococlear no grupo induz supor que tal distúrbio seja mais frequente que o encontrado e esteja sendo subestimado na investigação diagnóstica desses trabalhadores. A ocorrência desses resultados sem a presença de alterações audiométricas sugere que a ATE seja mais sensível que a audiometria tonal na investigação de perda auditiva provocada por ruído, por isso sua utilização deva ser incentivada.
doi:10.1590/s1413-81232011000200033 pmid:21340345 fatcat:oiv44qm4kret3mnllob4ns7exi