Áreas de uso do Tayassu pecari em fragmentos de Floresta com Araucária, Paraná, Brasil

G. P. Vidolin, D. B. Batista, A. Wandembruck
2010 Revista Brasileira de Ciências Agrárias  
Áreas de uso do Tayassu pecari em fragmentos de floresta com Araucária, Paraná, Brasil RESUMO Este estudo teve como objetivo conhecer o tamanho, área de uso, abundância relativa e distribuição espacial do queixada (Tayassu pecari Link, 1795) no Corredor Ecológico Araucária. A pesquisa foi conduzida em 14 propriedades, localizadas em um recorte espacial de 659 km 2 , situado no Terceiro Planalto do Estado do Paraná. Para a amostragem utilizou-se um mapeamento dos pontos de ocorrência do
more » ... tendo como base entrevistas com moradores locais e a busca por indícios como pegadas, carreiros e outros sinais que atestassem a sua presença nas áreas amostrais. As áreas foram visitadas mensalmente (18 meses) e os pontos (UTM) com sinais da espécie foram marcados em GPS e plotados em mapa. O índice de abundância relativa foi estimado com base em todos os eventos em que a espécie foi visualizada. Contabilizando os valores de índice de abundância relativa para os dois grupos de queixadas estudados, obteve-se a estimativa de uma média de 119 indivíduos para a região, numa área de 232 km 2 . A densidade relativa obtida foi considerada baixa, especialmente se considerado que o queixada é uma espécie social. Possivelmente, a caça seja a principal causa do declínio populacional da espécie na região estudada. Palavras-chave: Corredor ecológico, queixada, índices de abundância relativa. ABSTRACT This study aimed to investigate the area of use, relative abundance, spatial distribution and area size of the white-lipped peccary (Tayassu pecari Link, 1795) along the Araucaria Ecological Corridor. The research was carried out in 14 properties located on a spatial section of 659 km 2 situated in the Third Plateau of the state of Paraná. The points of occurrence of peccary were mapped based on interviews with local inhabitants and on tracks, paths, and other signs of its presence in the sampling areas. The areas were monthly visited (18 months) and the points (UTM) with signs of the species were marked by GPS and plotted on the map. The relative abundance index was estimated based on all the events in which the species was seen. Considering the values of relative abundance index for both groups of peccary studied, an average of 119 individuals was estimated for an area of 232 km 2 . The relative density obtained was considered low, especially considering that the peccary is a social species. It is possible that hunting is the main cause of the population decline of the species in the studied region.
doi:10.5039/agraria.v5i4a797 fatcat:3vxariuxejeafn2ivbcicto7aq