Las formas de organización y asociación de los trabajadores de empresas recuperadas en la Argentina (2000-2015)

Denise Kasparian
2020 Século XXI: Revista de Ciências Sociais  
De modo geral, as empresas recuperadas funcionam com base no trabalho associativo e na propriedade conjunta dos meios de produção, constituindo formas produtivas não estruturadas sobre relações assalariadas, em que o trabalho é organizado a partir de padrões mais horizontais e relações flexíveis, e a participação e subjetividade dos trabalhadores adquirem relevância. O objetivo deste artigo é descrever as formas de organização e associação que estes trabalhadores sem chefe integraram e/ou
more » ... am por encima das unidades de produção para alcançar uma multiplicidade de objetivos. O desenho metodológico é qualitativo e triangula uma série de técnicas de pesquisa: entrevistas com informantes-chave, análise de documentos e literatura sobre a temática, assim como uma análise sistemática de artigos de jornal sobre as ações coletivas empreendidas por organizações ligadas ao processo de recuperação de empresas. Observa-se que, si inicialmente estes trabalhadores criam organizações sociais que compõem um movimento social, com a estabilização do processo, o movimento fragmenta-se, e observa-se uma convergência cooperativa em organizações de segundo e terceiro grau, una aproximação sindical, e uma formação de redes setoriais. Ao final do período, observa-se uma revitalização incipiente do caráter movimentista das organizações de empresas recuperadas.
doi:10.5902/2236672534022 fatcat:4eagerpsoncztaaf36zflgw7au