Uma reflexão antropológica sobre memória urbana a partir do filme Febre do Rato

Nuno Camilo BALDUCE LINDOSO
2018 Cinema & Território  
Nesse artigo faço uma análise da representação da cidade do Recife no filme Febre do Rato, dirigido pelo cineasta pernambucano Cláudio Assis e roteirizado por Hilton Lacerda. Meu objetivo é descrever e interpretar os modos de viver e experimentar a cidade que são encenados nesse filme, de forma a refletir sobre como as narrativas fílmicas apresentam as relações sociais urbanas e como podem contribuir para pensar o urbano. O enredo se passa no bairro do centro do Recife, especificamente a parte
more » ... anhada pelo rio Capibaribe, e tem como protagonista Zizo, um poeta anarquista, de vida transgressora, que carrega em si a memória e os desmandos da cidade.
doaj:18a14c16bbb34ea091f0a5775394a3e7 fatcat:jtqpzjytd5g3nmusrqng2egttu