As formas breves e o teatro mínimo nos Bonecos de Santo Aleixo

Christine Zurbach
unpublished
A presente abordagem do tema aqui proposto para debate, o do teatro mínimo, recorre ao estudo do caso dos Bonecos de Santo Aleixo, que se inscreve num género antigo e novo ao mesmo tempo, o do teatro de marionetas. Trata-se, como tentaremos mostrá-lo, de uma forma de teatro que poderá ser adjectivada como mínima em várias acepções do termo, mas a nossa pesquisa incidirá essencialmente no aspecto genológico do seu repertório, em que se verifi ca um predo-mínio de formas textuais e cénicas
more » ... is e cénicas breves, que vivem estritamente do uso do diálogo enquanto componente formal mínima da acção cénica, mas no qual o teatro encontra a plenitude da sua especifi cidade enquanto expressão artística. 1. Vejamos em primeiro lugar como retratar o nosso objecto de estudo, o teatro de marionetas e, em particular, o dos Bonecos de Santo Aleixo. É hoje sabido que, se bem que presente em todas as culturas e épocas, o teatro de marionetas, apenas recentemente conseguiu libertar-se de uma relativa marginalidade artística e consolidar o seu espaço no campo teatral. O reconhecimento do teatro de marionetas enquanto forma de expressão artística terá benefi ciado da revisão e do questionamento contemporâneos dos limites do próprio conceito de teatro, que se viu alargado a ponto de se diluir, o que, porém, tornou mais complexa a sua defi nição: na percepção actual do teatro, o que se entende por teatro de marionetas? Ainda
fatcat:sd6mzoqdyvb2vbrpaybwgtcnti