Protocolo de atendimento do núcleo de apoio à saúde da família do município de Itapema SC: uma contribuição para o processo de trabalho

Antonia Egidia De Souza, Andressa Alves
2015 Revista Brasileira de Tecnologias Sociais  
Artigos Resumo: A proposta desse estudo consiste em apresentar a criação do Protocolo de Atendimento para a Equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família como um instrumento de organização do processo de trabalho. A decisão da criação do protocolo de atendimento surgiu na reunião de equipe NASF em 2012. Sua elaboração teórica foi iniciada em 2013 pelas profissionais de Educação Física e Nutrição, para posterior contribuição das profissionais de Psicologia, Fisioterapia, Fonoaudiologia e
more » ... diologia e Farmácia. O Protocolo de Atendimento do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (PANASF) de Itapema (SC) foi elaborado devido à necessidade percebida pelas profissionais que o compõem, necessidade esta advinda da importância de ter respaldo nas atuações e de organizar o processo de trabalho e a rede de atendimento. Visou-se qualificar o serviço e evitar que a política de governo impere sobre as atuações da equipe. Por meio do PANASF objetivou-se ainda uma maior divulgação da composição da equipe NASF Itapema e facilitar a compreensão dos profissionais de saúde e população em geral acerca do que é o Núcleo de Apoio à Saúde da Família, como solicitar/acessar este apoio e quais os serviços prestados pela equipe NASF. Palavras-chave: NASF. Protocolo de Atendimento. Profissional de Educação Física. Abstract: The purpose of this study is to present the creation of the Care Protocol for the Family Health Support Unit team of the Family as a tool for organizing the work process. The decision to create the care protocol was made at a meeting of the NASF team in 2012. The theoretical work was started in 2013 by professionals of Physical Education and Nutrition, with subsequent contributions by professional psychologists, Physical Therapists, Speech Therapists and Pharmacists. The Care Protocol of the Family Health Support Unit (PANASF) of Itapema (SC) was developed due to a perceived need among the professionals that comprise it, based on the importance of having support for the actions, and to organize the work process and the care network. The aim was to qualify the service and prevent the government policy prevailing over the actions of the team. Other aims of the PANASF were to create wider dissemination of the composition of the NASF Itapema team, and facilitate understanding among health professionals and the general public, about the work of the Family Health Support Unit, how to request/access this support, and what services are provided by the NASF team.
doi:10.14210/rbts.v1n2.p27-34 fatcat:qp2luhemprfb5j6gawxdcyxnxu