Prognostic value of circulating DNA levels in critically ill and trauma patients

Edison Moraes Rodrigues Filho, Nilo Ikuta, Daniel Simon, Andrea Pereira Regner
2014 Revista Brasileira de Terapia Intensiva  
Rev Bras Ter Intensiva. 2014;26(3):305-312 Valor prognóstico dos níveis de DNA circulante em pacientes graves e em pacientes com trauma ARTIGO DE REVISÃO INTRODUÇÃO Nos últimos anos, cresceu, de forma significativa, o número de estudos que investigam ácidos nucleicos circulantes como potenciais biomarcadores. A detecção desses biomarcadores é uma alternativa minimamente invasiva para o diagnóstico e o prognóstico de diversas condições clínicas. A presença de ácidos nucleicos extracelulares na
more » ... rrente sanguínea foi inicialmente descrita por Mandel e Métais, em 1948. (1) Contudo, apenas nos últimos 15 anos, tem sido explorada a análise de ácidos nucleicos circulantes, particularmente o DNA circulante, em uma série de condições crônicas, inclusive neoplasias. (2) O potencial dos níveis de DNA circulante como biomarcador foi demonstrado em pacientes com diversas patologias agudas, com risco elevado de necessitar tratamento intensivo e sofrer mortalidade hospitalar. O mecanismo por meio do qual ocorre aumento dos níveis plasmáticos de DNA em pacientes com essas condições permanece obscuro. As concentrações rapidamente elevadas de DNA circulante observadas em pacientes com diversas lesões agudas sugerem que o DNA extracelular se origine da necrose tissular. (3) Em contraste, a apoptose pode contribuir para aumentos persistentes nos níveis de DNA circulante. A diminuição da depuração de DNA, causada pelo comprometimento da função orgânica, durante a inflamação sistêmica, pode também ser um fator que contribui para esse aumento. (4)
doi:10.5935/0103-507x.20140043 fatcat:2jmuckbbhngg3e4jqwjhmhntzu