Baleia na Rede PERCURSOS DA MEMÓRIA-AS MÚLTIPLAS NARRATIVAS DA COLEÇÃO CORRESPONDÊNCIAS DE MÁRIO DE ANDRADE

Roberta Guimarães
unpublished
Resumo: Neste artigo é proposta uma reflexão sobre três aspectos da formação da Coleção Correspondências de Mário de Andrade: um referente ao próprio escritor e suas experiências e memórias registradas nas cartas; outro ao processo de institucionalização da coleção através de seu tombamento IPHAN e de sua publicação pelo projeto do IEB / USP; e o terceiro à interpretação dessa coleção no segundo volume publicado pelo projeto-Mário de Andrade & Tarsila do Amaral-, que oferece ao leitor textos
more » ... rodutórios e notas contextuais. Palavras-chave: Narrativas; memória; identidade; correspondências; Mário de Andrade. Introdução São muitas as formas narrativas com que as memórias de (ou sobre) um indivíduo podem ser construídas e cada uma delas molda de distintas maneiras a nossa percepção sobre suas experiências. Neste artigo, proponho uma reflexão sobre alguns mecanismos lingüísticos e ideológicos que foram movimentados em determinados momentos e contextos sociais do longo percurso de consolidação da memória do escritor Mário de Andrade e que operaram a transformação de suas experiências pessoais em narrativas biográficas e nacionais. Serão aqui analisadas as estratégias narrativas de auto-representação utilizadas por Mário de Andrade durante a produção da coleção de cartas; as re-apropriações dessas narrativas por instituições produtoras de memória nacional, como o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-IPHAN, através da transformação de sua coleção de correspondências em patrimônio, e o Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo-IEB/USP, responsável pelo projeto de organização e publicação das cartas; e a atualização de suas experiências no segundo volume deste projeto de publicação, em que o 1
fatcat:hoeqzlecqzethlpyr57pjhvacm