Doenças diarreicas e hospitalizações em menores de cinco anos no estado de Pernambuco, Brasil, nos anos de 1997 e 2006

Maria Josemere Oliveira Borba Vasconcelos, Anete Rissin, José Natal Figueiroa, Pedro Israel Cabral de Lira, Malaquias Batista Filho
2018 Ciência & Saúde Coletiva  
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar as tendências temporais e geográficas das diarreias e suas implicações nas demandas de hospitalizações de crianças menores de cinco anos no Estado de Pernambuco, nos anos 1997 e 2006. Foram usados os bancos de dados de dois inquéritos de base populacional, com amostras probabilísticas de 2078 crianças, em 1997, e 1650 crianças, em 2006, avaliadas em 18 municípios de Pernambuco, incluindo a Região Metropolitana do Recife, Interior Urbano e Interior
more » ... ano e Interior Rural. Considerou-se como prevalência a ocorrência de casos no dia ou nas duas semanas anteriores à entrevista e como internações o atendimento de casos com internação mínima de 24 horas, cobrindo o retrospecto de 12 meses. A prevalência das diarreias em Pernambuco teve um declínio estatisticamente não significante (19,8% para 18,1%; p = 0,192); contudo, na Região Metropolitana do Recife, foi observada uma redução estatisticamente significante (16,9% para 10,5%; p = 0,003). As internações aumentaram em mais de duas vezes (2,7% para 5,5%, no estado, e de 1,6% para 3,8%, na RMR), contrapondo-se, assim, às tendências nacionais. Portanto, as diarreias no Estado passaram a figurar como o principal componente das demandas de hospitalizações pediátricas no período analisado.
doi:10.1590/1413-81232018233.14872016 pmid:29538552 fatcat:iided7h74ncdndm56fsf7sxxta