LOW-COST TECHNOLOGY FOR FISH MONITORING APPLIED TO THE FISHING OF TWO SPECIES OF PACU IN AMAZONAS, BRAZIL

Igor Hister LOURENÇO, Universidade Federal do Amazonas - UFAM, Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente, Laboratório de Ictiologia e Ordenamento Pesqueiro do Vale do Rio Madeira, Marcelo Rodrigues dos ANJOS, João Pedro BARREIROS, Universidade Federal do Amazonas - UFAM, Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente, Laboratório de Ictiologia e Ordenamento Pesqueiro do Vale do Rio Madeira, Universidade dos Açores, Faculdade de Ciências Agrárias e do Ambiente, Centre for Ecology
2020 Boletim do Instituto de Pesca  
The present study aimed to investigate the "pacu" species' commercialized in the "Colônia dos Pescadores Z-31" in the municipality of Humaitá, Amazonas State, from May 2018 to April 2019. For this purpose, we developed a method for raising a diary database in the colony, obtaining variables such as production, effort, catch per unit effort (CPUE), fishing spots, amongst others. We have identified two species of "pacu" -Mylossoma aureum and M. duriventre -with productions of 10.5 and 9.5 tonnes
more » ... 0.5 and 9.5 tonnes respectively which generated an income of U$ 22,173.00. Captures occurred mostly randomly, due to the region's fishing characteristics although the CPUE was higher when compared to bigger cities. We could also find evidence over their migratory cycles from a correlation between the catching sites and the period, where: i) during the falling water (May to July), the "pacus" start to leave the streams and concentrate in lakes; ii) during the dry season (August to October), the "pacus" perform a second migratory cycle, leaving streams and lakes and going to rivers; iii) finally, during the rising water, "pacus" once again move to small streams. The generated information can be used in fishing strategies in the region, reducing costs with inputs. TECNOLOGIA DE BAIXO CUSTO PARA MONITORAMENTO DA PESCA, APLICADO A DUAS ESPÉCIES DE PACU NO AMAZONAS, BRASIL RESUMO O presente estudo buscou investigar quais espécies de pacu são comercializadas na Colônia dos Pescadores Z-31 no município de Humaitá, Amazonas, de maio de 2018 a abril de 2019. Para tal, foi desenvolvido um método para coleta diária de dados na colônia, o qual forneceu produção, esforço, captura por unidade de esforço (CPUE), locais de pesca, entre outros. Foram identificadas duas espécies de pacu Mylossoma aureum e M. duriventre com produtividades de 10,5 e 9,5 toneladas, respectivamente, o que gerou uma receita total de R$ 100.000,00. As capturas ocorreram, na maioria dos casos, de forma aleatória devido às características da pesca regional, entretanto, os valores de CPUE se mantiveram acima dos encontrados em centros urbanos. Também foram encontradas evidências a respeito dos ciclos migratórios a partir da correlação dos locais de captura com os períodos de captura, onde: i) durante a vazante (maio a julho), os pacus começam a deixar os igarapés e passam a se concentrar nos lagos; ii) durante a seca (agosto a outubro), os pacus realizam um segundo ciclo migratório, deixando os igarapés e lagos para se concentrarem nos rios; iii) por último, durante a enchente, os pacus retornam para os pequenos lagos. As informações geradas podem ser usadas para nortear estratégias de manejo pesqueiro na região, diminuindo custos de produção. Palavras-chave: Sul do Amazonas; pesca Artesanal; manejo Pesqueiro.
doi:10.20950/1678-2305.2020.46.2.585 fatcat:f6zhzcmimbfgfbj3uyrku2pouy