Determinação do potencial de biorremediação de nutrientes e bioindicação de águas residuárias da suinocultura por macrófitas flutuantes (Lemna minuta) – Efeito de altas taxas de nitrogênio amoniacal

Marlen Erika Caris
1970 Evidência  
Este trabalho objetivou contribuir com a sustentabilidade da suinocultura no Estado de Santa Catarina, Brasil, propondo a utilização da Lemna minuta como biorremediadora e bioindicadora de efluentes. Testou-se a eficiência da Lemna minuta em concentrações diferentes de nitrogênio amoniacal. O experimento foi realizado em cinco tanques de 5 litros cada, alimentados com 2 litros de efluentes do processo de tratamento nas concentrações: 100% de efluente (Lemna 1); 75% de efluente (Lemna 2); 50% de
more » ... e (Lemna 2); 50% de efluente (Lemna 3); 25% de efluente (Lemna 4) e o último com 100% de água destilada (Lemna 5), todos seguidos da adição da macrófita. Os resultados mostraram que as macrófitas nos tanques Lemna 3 e 4 apresentaram maior crescimento e formação de biomassa, além da melhor remoção de nutrientes do meio líquido. O melhor desempenho na remoção de nitrogênio amoniacal ocorreu quando as concentrações iniciais foram de 20 a 50 mg.L-1, a maior remoção foi de 60% (Lemna 3). Para o ortofosfato, a maior remoção foi 51% (Lemna 4). O aumento do nitrogênio oxidável indicou o processo de nitrificação e nitratação. A Lemna minuta demonstrou potencial para uso tanto na biorremediação de águas impactadas pela suinocultura quanto na bioindicação de poluição dessa natureza. Palavras-chave: Lemna minuta. Efluente da suinocultura. Biorremediação. Bioindicação. Nitrogênio amoniacal.
doi:10.18593/eba.v8i1-2.1874 fatcat:j5ecldgz7naghjitnohlyluj4y