Memória e período de aquisição: indo além da questão metodológica

Margarete Axt
1996 Revista da Anpoll  
RESUMO: Ultrapassando a questão metodológica, supõe-se possível instaurar, quanto ao período de aquisição das estntturas relativas, nova instância de discussão que abranja, nuclearmente, também a questão da memória -modos organizativos, relações desses com a competência lingüística. Supõe-se que, subjacente à controvérsia, delineiem-se concepções de desenvolvimento, determinantes da mesma, bloqueando uma visão integrada de aquisição. PALAVRAS-CHAVE: aquisição da linguagem, memória, psicogênese,
more » ... mória, psicogênese, conhecimento lingüístico, estruturas relativas. O. INTRODUÇÃO Este estudo reflete sobre a idéia de que, indo além da questão metodológica -um dos principais eixos da controvérsia sobre o período de aquisição de estruturas complexas, tais como orações relativas (0Rs) 1 -seja possível instaurar uma nova instância de discussão que abranja, de maneira nuclear (e não apenas secundariamente!), também a questão da memória, no que tange aos seus modos de organização, e das relações desses com a competência * O aspecto estudado neste artigo representa o resultado parcial de um esforço investigativo mais abrangente, que conceme à tese de doutoramento (Axt, 1994), desenvolvida na PUC-RS, junto ao Curso de Pós-Graduação em Lingüística Aplicada -ênfase em Aquisição da Linguagem -, e cujo objetivo foi o de estudar, através de uma análise microgenética, a psicogênese de noções lingüísticas envolvidas no domínio gramatical das estruturas relativas em português, por sujeitos acima de cinco anos. O projeto de tese integra, também, uma linha de pesquisa já em andamento (desde 1984) no Laboratório de Estudos Cognitivos-o LEC-ligado ao Departamento de Psicologia do IFCHIUFRGS, ·constituindo parte de um projeto maior de reflexão, do LEC, sobre a cognição e seu desenvolvimento em ambientes informáticos. ). As ORs aqui focalizadas constituem aquelas consideradas básicas na literatura disponível quais sejam: · (1) SS-o do que mordeu o gato perseguiu o rato. (2) SO -o gato que o cão mordeu perseguiu o rato. 157
doi:10.18309/anp.v1i2.244 fatcat:fneknbxo7vevxe3ijapkpnses4