Mudanças à vista: como Facebook e Twitter participam da rotina dos jornalistas de um meio impresso brasiliense 1

Luciana Kwiatkoski, Thaís De Mendonça, Jorge
unpublished
Resumo: O jornalismo, desde seu surgimento, passa por adaptações. As mudanças físicas nas redações jornalísticas, ocasionadas pelo avanço tecnológico dos suportes/meios, cos-tumam ser drásticas e aparentes, envolvendo alterações na própria rotina produtiva, na cultura organizacional, nos profissionais e no produto final. Nos últimos anos, Facebook e Twitter-duas das mídias sociais que mais têm adeptos no Brasil-aden-traram as redações de meios de comunicação, passando a ser ferramentas de uso
more » ... erramentas de uso comum no jornalismo, e este processo parece estar exigindo mais adaptações. O pre-sente artigo propõe uma discussão sobre o uso dessas mídias pelos jornalistas e so-bre as transformações no modo de produção da notícia e sobre algumas das possí-veis consequências para o jornalismo. Dados preliminares de pesquisa realizada no jornal Correio Braziliense, envolvendo 25 profissionais em seu trabalho na redação ou fora dela, apontam para a inserção do Facebook e do Twitter no dia a dia dos jor-nalistas. Palavras-chave: Jornalismo. Facebook. Twitter. Abstract: journalism, since its inception, undergoes adaptations. Physical changes in news rooms, occasioned by technological advancement of media, usually drastic and apparent , involves changes in the productive routine itself, in organizational culture, in the final product and in the journalists themselves. In recent years, Facebook and Twitter-two of the social media that have the greater number of fans in Brazil-stepped into the newsrooms , becoming tools in common use in journalism, and this process seems to demand more adaptations. This paper proposes a discussion on the use of these social media by journalists and on the transformations in the way of news production and on some of the possible consequences for journalism. Preliminary data from the research conducted inside the Brazilian newspaper Correio Bra-ziliense, involving 25 professionals in their work in the newsroom or elsewhere, point to the inclusion of Facebook and Twitter on the journalist´s daily routine and culture.
fatcat:hsnpqtopvfgerddjxyhnsyfgru