DOENÇAS E DISFUNÇÕES OCUPACIONAIS LIGADAS À PRÁTICA DOCENTE: CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS

Andressa Macário Cardoso, Mário Henrique Guedes Rebouças, Ana Alice Neves Nunes Ramos, Maria Célia Conceição de Melo
2019 Revista Expressão Católica Saúde  
O trabalho é componente fundamental na construção da identidade do sujeito. Isso se confirma e solidifica na docência, ou seja, nas relações diárias do professor com a sociedade, a instituição e os alunos. O docente é um trabalhador essencial para a sociedade, na medida em que está inserido no processo ensino-aprendizagem e é responsável pela criação de vínculos sociais, confirmando o seu papel de destaque na sociedade. O presente artigo propõe-se a identificar as doenças/disfunções
more » ... que acometem professores e que estejam relacionadas às condições de trabalho e à dinâmica das práticas docentes, mostrando uma relação de causa e consequência. Realizou-se uma revisão bibliográfica nas bases de dados Scielo, Lilacs e Pubmed, utilizando os descritores: doenças ocupacionais, docentes, saúde do trabalhador, condições de trabalho e estresse ocupacional, em concordância com os Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) da BVS, sendo possível conhecer como o trabalho docente expõe este profissional ao adoecimento, principalmente aos distúrbios osteomusculares, da voz e psíquicos. Observou-se que a classe docente tem sido submetida às novas exigências decorrentes do ritmo acelerado na produção tecnológica, e isso tem contribuído para alterações nas relações que se desenvolvem no ambiente de trabalho, e, com isto, supõe-se que professores tem desenvolvido problemas de saúde, muitas vezes se afastando das atividades laborais, o que acarreta elevado custo econômico às instituições e à seguridade social. Conclui-se, dessa forma, que há fatores relacionados ao trabalho docente que podem ser causas de adoecimento, ainda mais quando associado a estilo de vida inapropriado.
doi:10.25191/recs.v4i2.3233 fatcat:zsizcp2aeza2pku4rkxhol4fny