Avaliação dos efeitos dos agrotóxicos Kraft® 36 EC e Score® 250 EC na flora, micro e mesofauna edáficas [thesis]

André Gomes da Rocha
AGRADECIMENTOS À família, pelo amor e incentivo que sempre me alicerçaram. À orientadora, Dra. Vanessa Bezerra Menezes de Oliveira, pela força no momento mais crítico e pelo conhecimento valiosamente compartilhado. À pesquisadora Joana Dias Bresolin, pelo acolhimento e pela primordial ajuda. À Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), nomeadamente ao pesquisador Wilson Tadeu Lopes da Silva, pela essencial parceria. Ao Prof. Evaldo Luiz Gaeta Espindola e à Dra. Maria Edna Tenório
more » ... ria Edna Tenório Nunes, pela orientação e auxílio durante a realização deste trabalho. À Beatriz, pela ternura e amor que me alimentam a cada dia. À Universidade de São Paulo (USP), por tanta coisa que, desde 2009, me proporciona. Ao Núcleo de Ecotoxicologia e Ecologia Aplicada (NEEA) e a todos que dele fazem ou fizeram parte. Aos momentos de trabalho árduo e às descontrações na hora do café. Ao Programa de Pós-graduação em Ciências da Engenharia Ambiental (PPG-SEA) e a todos que trabalham em prol de sua existência, dos docentes às faxineiras. A todos os amigos, tão importantes nessa fase. Ao povo da Eng. Ambiental 2009, aos amigos de Budapeste e aos companheiros com os quais morei. Ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), pelo fomento de bolsa de estudo durante os dois anos de realização desta pesquisa. À Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), pelo fomento ao projeto Pesticidas nos Ecossistemas Terrestres: efeitos na biodiversidade, funções e serviços dos ecossistemas (PesTe), ao qual este trabalho está vinculado. Existe um único lugar onde o ontem e o hoje se encontram e se reconhecem e se abraçam, e este lugar é o amanhã. Soam como futuras certas vozes do passado americano muito antigo. As antigas vozes, digamos, que ainda nos dizem que somos filhos da terra, e que mãe a gente não vende nem aluga. Enquanto chovem pássaros mortos sobre a Cidade do México e os rios se transformam em cloacas, os mares em depósitos de lixo e as selvas em deserto, essas vozes teimosamente vivas nos anunciam outro mundo que não seja este, envenenador da água, do solo, do ar e da alma. Eduardo Galeano, O Livro dos Abraços RESUMO ROCHA, A.G. Avaliação dos efeitos dos agrotóxicos Kraft® 36 EC e Score® 250 EC na flora, micro e mesofauna edáficas. 2017. 103 p. Dissertação (Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental) -Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2017. As modificações ambientais provocadas pela humanidade, em especial pela agricultura, têm sido motivo de preocupação e estudos por todo o mundo. Nesse sentido, os solos figuram como um dos compartimentos ambientais mais impactados pelo uso de agrotóxicos, produtos amplamente utilizados na agricultura moderna. O objetivo deste trabalho foi avaliar se e como os agrotóxicos Score ® 250 EC (i.a. difenoconazol) e Kraft ® 36 EC (i.a. abamectina), isolados e em mistura, afetam a flora (germinação e crescimento do tomate -Lycopersicon Lycopersicum), as comunidades microbianas do solo (biomassa microbiana em carbono, respiração, quociente metabólico e enzima β-glucosidase) e os enquitreídeos (reprodução de Enchytraeus crypticus em diferentes densidades e a relação trófica entre estes e os microrganismos), ao longo do tempo após a contaminação do solo. Em relação aos parâmetros microbianos, a despeito de algumas variações em decorrência da presença dos agrotóxicos, os indicadores das funções gerais do sistema edáfico não foram grandemente prejudicados, expressando uma redundância funcional. Não obstante, o solo-controle apresentou maior estabilidade em relação às variações dos parâmetros, sugerindo que os microrganismos presentes neste solo apresentaram uma maior robustez e estabilidade ao longo do tempo. Em relação aos testes com E. crypticus, os índices de reprodução não foram significativamente alterados em função da ação dos agrotóxicos, mas ratificou-se a importância dos microrganismos na dieta dos mesmos, haja vista as correlações entre o tamanho das comunidades microbianas e as taxas de crescimento dos enquitreídeos. Com relação ao crescimento e germinação do tomate, puderam ser observados valores maiores de altura e massa seca das plântulas em relação ao controle. Em contrapartida, observou-se uma possível melhor tendência de crescimento das plântulas no solo controle ao longo do tempo. Por fim, considerando a complexa problemática brasileira em relação ao uso de agrotóxicos, reiterouse a importância do cumprimento das recomendações de aplicação de ambos os agrotóxicos avaliados por parte dos agricultores e recomendou-se a iniciativa de diminuição progressiva da sua utilização. Palavras-Chave: Abamectina. Difenoconazol. Enchytraeus crypticus. Lycopersicon lycopersicum. Densidades populacionais. Interação micro e mesofauna. Ecotoxicologia terrestre. ABSTRACT ROCHA, A.G. Evaluation of the ecotoxicological effects of the pesticides Kraft® 36 EC and Score® 250 EC on plants and on soil micro and mesofauna. 2017. 103 p. Dissertação (Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental) -Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2017. Environmental changes caused by humanity, especially by agriculture, have been a cause for concern throughout the world. The soils are one of the environmental compartments most impacted by the use of pesticides, which are widely used in modern agriculture. This research aimed at evaluating whether and how the insecticide Kraft® 36 EC (a.i. abamectin) and the fungicide Score® 250 EC (a.i. difenoconazole), isolated and in mixture, affect: a) the soil microbial communities (microbial biomass carbon, respiration, metabolic quotient and βglucosidase enzyme); b) enchytraeid worms (reproduction of Enchytraeus crypticus in different densities and their trophic relation with microorganisms); and c) the flora (emergence and growth of tomato -Lycopersicon Lycopersicum), over 84 days after contamination. The microbial indicators were not greatly impaired and expressed a functional redundancy, despite some variations due to the presence of pesticides. Nevertheless, the control group presented a greater stability than the contaminated ones, suggesting a greater robustness and stability of microorganisms over time, which are important factors for a better quality of the soil. In relation to E. crypticus tests, the importance of microorganisms on their diet was ratified, since positive correlations between the size of microbial communities and the enchytraeids rate of increase were observed. The different densities of E. crypticus were not significantly influenced by the effects of pesticides on the microorganisms. With respect to the growth and germination of tomato, higher values of height and dry mass of the seedlings were observed in contaminated groups. On the other hand, a higher growth tendency of the seedlings in the control soil was observed over time. Finally, considering the complexity of the Brazilian pesticide issue, we emphasize the importance of compliance of the recommendations on pesticides application and reinforce the initiative of decreasing their use.
doi:10.11606/d.18.2017.tde-30102017-164459 fatcat:wtdr3id6sbhqvpn4k5hngfzuvy