Avaliação de eficácia do Programa de Controle da Doença de Chagas: aspectos metodológicos

Mariângela Carneiro, Carlos M. F. Antunes
1994 Cadernos de Saúde Pública  
A eficácia do Programa de Controle da Doença de Chagas (PCDCh) foi estimada em um estudo conduzido no Estado de Minas Gerais. Áreas com diferentes tempos de intervenção (cinco e 10 anos) e sem intervenção (controle) foram comparadas para verificar possível redução na incidência da infecção pelo Trypanosoma cruzi nos habitantes nascidos após a implantação do PCDCh. A eficácia do PCDCh foi estimada pela comparação dos resultados da infecção pelo T. cruzi, com resultados obtidos pelo Inquérito
more » ... pelo Inquérito Sorológico Nacional (1975-1980), realizado antes do início do Programa. A comparação seccional para a faixa etária de 2-6 anos indicou redução nos índices de infecção de 94,7% (área de 10 anos), 63,2% (área de cinco anos) e 65,2% (área sem intervenção). Entretanto, a análise de coorte, para as faixa etárias de 2-6 anos e 7-14 anos, mostrou que a redução observada (52,6%) ocorreu somente na área com 10 anos de intervenção. A análise dos dados sobre triatomíneos coletados na rotina do PCDCh estabeleceu correlação com a redução de infecção pelo T. cruzi, observada na área com intervenção. Os resultados encontrados mostraram associação entre as ações do PCDCh e a redução da infecção pelo T. cruzi, estimada por testes sorológicos.
doi:10.1590/s0102-311x1994000800004 fatcat:52nt6biskzh4noh3imxc3lbfau